Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Mentira e destruição


 Diz um estudo que, em 2015, depois da roubalheira e da incompetência petista, 4,1 milhões entraram na faixa da pobreza no Brasil.
 
 
Enquanto isso ...
 
 
 
O maior mentiroso de todos os tempos, que achincalhou com tudo o que aparecia pela frente, levando todas as instituições ao descrédito, pois o crime foi institucionalizado e mais ninguém teve ao menos medo de roubar ou matar, dizia que acabaria com a miséria. Depois que o crime foi institucionalizado não houve falta só de medo, houve falta até de vergonha na cara. Sem  contar que agora há falta até de dinheiro tanto no bolso do brasileiro quanto nos cofres da União.  (É verdade que a bandidagem de Brasília - políticos e outros - continua sugando tudo o que pode, como se um dia a "faltança" não fosse chegar a eles, que se acreditam isentos de tudo, inclusive de uma economia necessária.  Eles podem ser isentos até da Justiça, mas não escaparão do que jamais vão poder comprar. Que eles aguardem, porque um dia a falta chegará !)

 
Muitos ingênuos ainda acreditam no ex-presidente petista que saiu distribuindo bolsas, casas inacabadas, carros, sanduíches de mortaNdela e tudo o que podia até mesmo para outros países, numa incompetência tal que esvaziou os cofres públicos, deixando até mesmo os brasileiros que estavam na considerada classe média cada vez mais pobres. Tudo muito 'oportunamente', baseado no populismo , como se fosse ganhar a fama eterna de grande pai dos pobres e a consequente admiração de todos. Hoje, de fato, muitos ainda não o enxergam como o destruidor que é, mas como a única maneira de sair do atoleiro, enquanto outros já se desesperançaram e viram como foram enganados por uma campanha mentirosa direcionada principalmente aos menos abastados (de dinheiro e informações.

 
Esqueceram de avisar ao destruidor :
  1. Mentira tem limite;
  2. Ninguém deve ser enganado por muito tempo;
  3. É preciso ter competência até mesmo para roubar.