Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 1 de julho de 2017

BANDIDAGEM OSTENSIVA

 
Depois que a justiça brasileira resolveu cometer um verdadeiro suicídio, é como se colocassem uma enorme placa, bem visível, mudando o nome do que deveria ser Congresso e passou a se chamar ostensivamente de COVIL DE BANDIDOS.
 
Agora, os pulhas que pagamos  poderão dizer que foi afastado  o medo de alguma punição.  E chamarão os outros meliantes pois tudo passou a ser permitido:
 
 
- ser flagrado arrastando uma enorme mala com dinheiro de propina;
- ser apontados como os criminosos que somos;
- ter dinheiro na Suíça;
- ter caixa dois ;
- combinar propina à vontade;
- roubar o dinheiro do erário;
 
 
 
Volto a repetir: não me interessam quais desculpas, cognominadas alegações jurídicas, foram dadas ao deixar que meliante continue solto. BANDIDO É BANDIDO. SEU LUGAR É NA CADEIA e estamos conversados, sejam quais forem as palavras em adivoguês usadas.  
https://jurema-cappelletti.blogspot.com.br/2017/07/fim-da-justica-brasileira.html



Foi colocado, por Katia Palhuca Douahy em uma rede social o comentário feito por um ex-ministro de estado Acho, que apesar de ter sido ministro, ele também não entende nada de  "adivoguês".

Dito por alguém, que mesmo sendo um ex-ministro de estado, demonstrou alguma lucidez ... Disse Marcelo Calero:
"Apenas em um país profundamente doente, um deputado é flagrado recebendo uma mala de dinheiro e permanece solto;...
Apenas em um país profundamente doente, um senador da República é flagrado combinando propina e permanece em liberdade;
Apenas em um país profundamente doente, o presidente é flagrado em evidente prevaricação e permanece presidente;
Apenas em um país profundamente doente, existem partidos e políticos que se dispõe a defender o deputado da mala, o senador da propina e o presidente da prevaricação."

Se vc quer um país melhor, vamos dar o troco nas próximas eleições! Vamos mudar todos! Não reelejam... NINGUÉM."
 
O problema é que poucos lembram em quem votaram ... bincadeira!