Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

VIVA A LAVA-JATO




“Quatro meses depois de selado o acordo de delação premiada com os executivos da J&F Joesley Batista e Ricardo Saudque atingiu o presidente Michel Temer e abalou as estruturas do governo, o ministro Edson Fachin, do STF,  determinou a prisão dos dois. Ele também suspendeu temporariamente a validade de toda a delação premiada, retirando o benefício de imunidade penal dos delatores. Os mandados de prisão não precisaram ser cumpridos, porque Joesley e Saud se entregaram na tarde deste domingo na sede da Polícia Federal (PF) em São Paulo. “

PREOCUPANTE

“Na próxima quarta-feira, o STF pode decidir, em plenário, o destino da delação dos dois, depois da reviravolta provocada pelos novos áudios em que os executivos colocam em xeque a forma como a delação foi acertada e envolvem o ex-procurador da República Marcello Miller. Fachin, porém, NEGOU o pedido de prisão de Miller.


Seis dos onze integrantes da corte já disseram ao GLOBO que os depoimentos e provas apresentadas por Joesley e Saud podem ser aproveitados nas investigações, mesmo com a decisão do ministro Edson Fachin de suspender o acordo de delação temporariamente.  Também na quarta-feira, os ministros vão julgar o pedido da defesa do presidente Michel Temer para que seja adiada a segunda denúncia que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pretende apresentar contra o peemedebista, com base na delação da J&F.”



SEJA QUAL FOR E COMO FOI FEITA QUALQUER DELAÇÃO, INDEPENDENTEMENTE DE QUEM É ATINGIDO, SE NÃO ELAS E A LAVA JATO NÃO HOUVESSEM, AS SAFADEZAS DE POLÍTICOS E JURISTAS NÃO ESTARIAM SENDO EXPOSTAS A TODOS. 


A LAVA-JATO  
depende das delações 
para sobreviver



POR MAIS PESSOAS QUE SEJAM ATINGIDAS POR DELAÇÕES  NINGUÉM TERÁ MAIS A CORAGEM, A CARA-DE-PAU DE TERMINAR COM A LAVA-JATO, POR SER A ÚNICA FORMA DE DESMASCARAR OS BANDIDOS DE GRAVATA     

VIVA A LAVA-JATO