Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

O LOUCO

 
Culpado é o outro !


Ex-presidente, que levou o país ao caos,
 culpou, muito loucamente, a gestão Temer pela volta do desemprego:
‘E já está a quase 12%!


DOIDEIRA NÃO TEM LIMITE ?

A estrela cadente do  PT e seus congêneres resolveram fazer uma espécie de mobilização em defesa do réu L.  Mas a melhor parte do tal evento  foi justamente o discurso feito pelo próprio réu.   Em  sua verborragia (loucura também!)  procurou  desqualificar a Lava Jato e todas as autoridades responsáveis pela operação que será responsável por sua prisão.   Mostrando que sua loucura chegou ao ápice,  o ex-presidente disse  que a atual situação pavorosa do país se deve ao governo de Michel Temer ao invés de se culpar pelos erros cometidos.  Falou, falou, falou e não convenceu quem o escutava, porque todos sabem que foi o incompetente e desonesto PT-Partido da Trambicagem que não soube nem roubar sem destruir um país do tamanho do nosso.  

 
Muito doidamente, lamentou, por exemplo que, após “as conquistas do povo no nosso governo”, 12 milhões de brasileiros tenham sido mandados para o olho da rua. Mas podemos até perdoá-lo, porque ele nunca soube de nada, como ele mesmo sempre afirmou.
 


PALAVRAS DE UM DOIDO: “É com muita tristeza que o desemprego que a gente quase acabou está voltando. E já está a quase 12%”, lastimou L---. “O salário que os trabalhadoresaprenderam a conquistar está, nesse momento, sofrendo um arrocho (terá esquecido que foi ele que começou a esvaziar os cofres da Nação?). E todas as categorias estão tendo aumento menor do que a inflação.”
 
 
"L--- desconsiderou o fato de que a ruína em que se misturam a recessão e a carestia foi 100% produzida no governo de Dilma Rousseff, a supergerente ficcional que ele vendera aos eleitores em duas disputas presidenciais." (Josias de Souza) 
Como sempre, o ex-presidente repetiu outra vez o que sempre disse.   Insistiu em suas críticas aos elitistas que se aborrecem com as “pessoas humildes” que passaram a “lotar os aeroportos”. Ou “se incomodam quando as pessoas pobres começam a frequentar o parque do Ibirapuera, os teatros, começam a entrar num restaurante.”  A oratória de  nosso ex-presidente me lembra duas frases.  Uma delas é  "quem nunca comeu melado quando como se lambuza" e "calça de veludo com a bunda de fora".
 

Em seu discurso verborrágico, o antecessor de  Dilma evitou citar o nome de Temer e de seus ministros. Segundo Josias de Souza, ele não teria citado o atual presidente e seus ministros "Talvez para não ter de recordar que o titular da Fazenda é Henrique Meirelles, que presidiu o Banco Central durante o seu reinado. E só não virou ministro de Dilma porque ela refugou os conselhos do seu criador." Entretanto, eu pensaria de maneira diferente, pois como ele mesmo disse uma vez a pior coisa é ser esquecido e nunca lembrado (citado seria a mesma coisa). E é exatamente esse o motivo por nunca usar o nome dele  "em vão", preferindo chamá-lo de antecessor de Dilma ou ex-presidente. Cometo um grande erro ao colocar suas fotos aqui e insistir nas minhas críticas, pois não aceito esse sujeito enganar tantos por tanto tempo !
 
 
O ex-presidente usou novamente  a defesa da democracia, e um regime que “permitiu que um metalúrgico virasse presidente da República.” E que também “permtiu que uma ex-guerrilheira assumisse a Presidência desse país.”
 
 
 ex-presidente que se tornou réu, embora estejamos aguardando ansiosamente por sua prisao que não chega nunca, fez de novo seu papel preferido e pousou de vítima de uma conspiração política de direita. “Toda vez que eles tentaram nos calar, em qualquer momento histórico, desse país ou de outro, a única palavra que eles utilizam é a corrupção. Pois eu queria dizer pra eles: pela primeira vez, vocês estão acusando uma pessoa honesta, que vai lutar com vocês até provar a minha inocência.”
 
 
Deixando a loucura do ex-presidente lado,  vamos supor que o ex-presidente não soubesse que estavam assaltando os cofres da União diante de seus olhos.  Ele não seria bandido, mas poderia ser visto como um tremendo incapaz. Ou cego !
 
 
SAFADEZA, LOUCURA OU INCOMPETÊNCIA?