Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Todos somos corruptos.

 
A ação de corromper pode ser entendida também como o resultado de subornar,
dando dinheiro ou presentes para alguém
em troca de benefícios especiais de interesse próprio.
 

 
Todos somos corruptos. Somos apenas "uns mais caros que outros'.   O  problema é que já nos acostumamos com nossa própria corrupção por ser baratinha e não estar causando nenhum problema a terceiros.  Só que ela não deixará de ser uma espécie de corrupção.


Toda vez que oferecemos "uns trocados" a quem nos atende para obtermos mais atenção ou tempo especial, sempre que oferecemos "um pequeno agrado" ao policial que nos fez parar  na rua  ou estrada para que ele nos libere sem nos multar, estamos sendo corruptos, ao visar comprar o outro, ainda que ele já o faça na intenção de se aproveitar da situação.

 
 
E não devemos esquecer que
não existe corrupto
se não houver quem permita ser corrompido.
 
 
 
 
 Somos os corruptos que reclamam da corrupção alheia.