Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 10 de julho de 2016

A farsa

Uma das grandes farsas do governo petista foi a transposição do Rio São Francisco 


Ser lulista é o mesmo que ser torcedor de um time de futebol.  Mesmo que faça muita merda em campo, sempre será considerado o melhor.  
 
GOL... CONTRA !

 
Depois dos desmandos de 13 anos lulistas e do silêncio da maioria que poderia avisar o que ocorria e não o fez, por medo de ser  'encaixado' numa  minoria  de  eternos insatisfeitos, com um governo que "tudo fazia pelo povo", podemos ver a transposição do Rio São Francisco não apenas como uma farsa, mas como uma maneira de se ver capaz de elaborar um projeto muito além de sua capacidade (e da incapacidade de um cofre em que nunca se cansou de meter a mão por motivos muito menos nobres).  Ali sua incapacidade foi flagrada, pois começou um grande projeto e não o terminou. Ou essa obra inacabada terá sido mais um de seus relaxamentos, porque sempre contou com a aprovação de um povo que acreditava em tudo que ele dizia e ninguém tinha coragem de o contradizer?
 
 


*****
 
NOTA: O Presidente Costa e Silva, por exemplo,  assinou  um decreto no mes de agosto do ano de 1968, em que autorizava um outro projeto grandioso como foi  a construção de uma enorme ponte (Ponte Rio-Niterói), idealizada por  Mario Andreazza, seu Ministro dos Transportes. Aliás Mario Andreazza foi Ministro numa época em que a palavra Ministro merecia ser escrita com letra maiúscula.  DETALHE: A ponte está firme e forte até hoje e ainda não desabou, como é  moda atualmente.