Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O BISPO VAI PEGAR - AGAMENON

 
 
 
Estas eleições foram muito malucas. A falta de dinheiro foi generalizada. O governo passado raspou os cofres públicos e milhões de candidatos desempregados tiveram que vender bala no sinal para juntar algum qualquer e, assim, poder comprar uns míseros votos. A abstenção dos eleitores foi impressionante!Desanimados e brochas, os eleitores, que não estão comparecendo à urna da patroa, por falta de grana, desistiram de dar uma passada na zona eleitoral onde as mães dos candidatos aguardavam ansiosas a freguesia.
 
E não quero nem falar na quantidade de votos nulos e brancos, louros, de olhos azuis. Os brasileiros, apesar de estarem vivendo no maior atraso (do salário, do aluguel, da prestação do carro, da conta do armazém...), não se animaram a votar nem tomando Viagra!
 
Ao contrário de São Paulo, onde o candidato maurício-boiolista João Doria Jr. já ganhou, no Rio de Janeiro os eleitores foram condenados a votar no segundo turno. Tendo que bancar mais umas semanas de campanha, os candidatos Marcelos, Frouxo e Trivella, por falta de caixa 2, pediram para diminuir o horário eleitoral, que, mesmo sendo gratuito, custa muito caro.
 
E os cariocas não sabem em que Marcelo votar! O evangélico Crivella foi buscar num versículo bíblico uma explicação para a sua candidatura: “Dízimo com quem andas e te direi quem és...”. Esquecendo que ele é ligado ao Garotinho, o ex-governador infantil que fugiu da Febem.
 
A segurança do candidato Marcelo Frouxo é feita pelo Capitão Nascimento em pessoa, disfarçado de Pablo Escobar, falando portunhol. Frouxo é o candidato dos artistas de esquerda, como Chico Buraque, Gregório Duviclichê e Caetano Verboso. Marcelo Fresco é o candidato dos pobres e oprimidos da Zona Sul. Em aliança com o PT, prometeu dobrar o valor da Bolsa Penitenciária e legalizar a atividade dos Black Blocs, que vão ter direito a carteira assinada, férias e 13º salário.
 
Graças ao apoio da esquerda radical, Marcelo Feio vai ter de subir no palanque com Jandira Feiaghali, Dilma Roskoff, Disgraicy Hoffmann e Vampeta Grazzioti, o Bonde das Horrorosas, que já está organizando um comício monstro.
 
O candidato Crivella é crente. Crente que vai ganhar. Marcelo Cruzvella é o favorito dos evangélicos porque, quando foi ministro da Pesca, realizou o milagre da multiplicação da Bolsa Defeso. Depois, tal e qual um Judas Iscariotes, votou contra Dilma Roskoff no impeachment, mesmo depois de receber 30 dinheiros do L--- . Crivella é sobrinho do Bispo Maiscedo, aquele do Sermão da Montanha. Montanha de dinheiro.
 
Enquanto isso, em São Bernardo, L-- não conseguiu eleger o filho vereador e está pensando em retirar a sua candidatura a síndico do prédio. Por falar em prédio, L--- já pediu para o pessoal da Odebrecht procurar um tríplex em Curitiba com vista para a Polícia Federal.
 
Tudo isso só porque descobriram mais um laranja do L---, o sobrinho Taiguara, que recebia uma grana preta da Odebrecht. Aliás, a grana não era preta, era afrodescendente porque veio de Angola. L---, injuriado, garante que nunca usou laranja, prefere com limão, gelo e açúcar.
 
E de São Paulo vamos para Brasília, a capital foderal, onde a ministra Cármen Lúcifer virou a assombração dos políticos. Deputados e senadores não conseguem mais dormir de noite com medo que a Cármen Lugosi venha puxar o pé deles de noite e que a Polícia Federal chegue na casa deles de manhã bem cedo. Antes do personal trainer!
 
Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de Cristo
 
Me siga no facebook
Nas eleições de domingo passado (dia 03, para ser mais exata) , a esquerda perdeu feio.Também, pudera! Com Luiza Erundina e Jandira Feghali, vocês queriam o quê?