Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Plano do ex-presidente

RECEBIDO POR EMAIL

 
L--- já montou um plano para o caso de ser preso
Se for acordado pela Polícia Federal com um mandado de prisão,
petista já tem traçada a estratégia para mostrar força

 
Por Bruna Narcizo

 
 Conforme declarou há três semanas, o ex-presidente L--- I----- L---- da Silva acorda todos os dias achando que será preso. Se vai ser mesmo, e quando, ninguém pode dizer. Mas, caso isso aconteça, já é certo que nem ele nem o PT serão pegos de calças curtas. A defesa e o partido do ex-presidente montaram um roteiro pormenorizado para os minutos que se seguirem à entrada da Polícia Federal na cobertura de São Bernardo do Campo onde mora o petista. Depois de ouvir sete fontes, VEJA desvendou os detalhes já definidos da operação. O plano de contingência do PT para o “Dia D” de L--- terá início em um grupo de WhatsApp batizado de “Tamoios”. O nome é uma referência à aliança formada por povos indígenas brasileiros no século XVI. O grupo Tamoios de WhatsApp reúne cerca de quarenta pessoas, incluindo o presidente do PT, Rui Falcão, senadores do partido e os presidentes da CUT e do MST. Seu objetivo: dar uma demonstração de força do PT e conferir a L--- a aura de “injustiçado”.



O que seria o pior?  L--- ser preso, como deveria, e passar por um pobre coitado, injustiçado e preso sem motivos, embora já seja réu em 5 processos diferentes,  dando tempo para o PT se armar para 2018 ?
 
 
Vamos analisar: 
 
1 - Caso  ele viva na dúvida de quando a Polícia vai chegar no seu apartamento para prendê-lo, talvez não conseguisse aturar tal indecisão por muito tempo.  Ou ele cairia de vez ou sentiria obrigado a fugir.  Talvez conseguisse superar tal indecisão e concorrer à Presidência da República (correndo o risco de perder, o que seu ego não suportaria)


 2 - Ele seria preso, seria lançada a imagem de um ídolo injustiçado, entraria com um pedido de saída do presídio em tempo de se candidatar .  Quem se candidataria seria um injustiçado e não um homem que foi presidente um dia e começou a jogar o dinheiro da União no lixo.

O QUE SERIA PIOR?
 
 
*****
 
L--- e Ciro Gomes desafiam judiciário com desacatos em série 
 
   
Declarações investidas de uma audácia ímpar proferidas pelo ex-presidente L. I. L.da S. (PT) e pelo ex-ministro Ciro Gomes, repletas de ofensas e críticas pesadas aos coordenadores da Operação Lava Jato, colocam os dois pretensos candidatos a presidente da República em 2018 na rota de colisão com o ordenamento jurídico. O tom raivoso de L---, que chamou um procurador de “moleque”, pode ser enquadrado, no mínimo, como um crime de injúria. O despautério de Ciro, que afirmou receber “na bala (sic)” as pessoas porventura enviadas pelo juiz Sergio Moro para prendê-lo, configura uma ameaça gravíssima. Num passado não muito distante, declarações como essas levariam os dois a serem responsabilizados por desacato à autoridade. Se fossem cidadãos comuns, poderiam ser presos por isso. http://redegni.com/lula-e-ciro-gomes-desafiam-judiciario-com-desacatos-em-serie/