Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

POLICIAIS E TRAFICANTES


No meio de outras notícias, houve uma que me chamou a atenção:  Três suspeitos morrem em confronto com a polícia em Del Castilho; ônibus são incendiados em protesto - http://extra.globo.com/casos-de-policia/tres-suspeitos-morrem-em-confronto-com-policia-em-del-castilho-onibus-sao-incendiados-em-protesto-19905325.html#ixzz4H7vvZWQA
 
Três suspeitos morreram em confronto com a polícia na comunidade Bandeira 2, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio. Eles foram identificados como César Soares dos Santos, de 14 anos; Matheus Amâncio de Aragão, de 15 anos; e Ricardo Rodrigues de Araújo, de 22 anos. A família de Ricardo confirmou que ele tinha envolvimento com ofico de drogas.
Além deles, outros dois homens foram feridos. Frederico Marques Pereira levou um tiro no tórax e na cabeça e foi encaminhado por moradores da região para o Hospital Salgado Filho, onde passa por cirurgia. O estado de saúde dele é grave. O outro homem, identificado como Victor de Quintão de Souza Sampaio está no Hospital do Andaraí. Ao chegar no local, ele informou que havia sido baleado em Vila Isabel. No entanto, a Polícia descobriu que o rapaz é da comunidade Bandeira 2 e foi ferido no confronto.
 
De acordo com a Polícia Militar, o Batalhão de Choque foi recebido a tiros na comunidade (JÁ SE TORNOU COMUM APENAS QUEM TIVER 'AUTORIZAÇÃO' DOS MELIANTES DAS FAVELAS ENTRAREM SEM GRANDE RISCO DE VIDA, POR TODOS CORREREM  RISCO  AO VIVER NO MEIO DE MARGINAIS), enquanto os agentes checavam uma denúncia no local.

A troca de tiros gerou pânico e correria. Um ônibus da linha 679 (Grotão x Méier) foi incendiado por um grupo na Avenida Dom Hélder Câmara, em Del Castilho, por volta das 19h desta quinta-feira. O ataque ao coletivo aconteceu próximo ao Shopping Nova América. Pessoas que passavam pela região correram para dentro do centro comercial e alguns lojistas fecharam as portas.
 
Segundo o Centro de Operações, o Viaduto de Del Castilho e os dois sentidos da Avenida Dom Helder Câmara, na altura da Igreja Universal, estavam interditados por volta das 20h. Às 20h41, a vida foi liberada.
 

Em nota, a Fetranspor (Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) manifestou repúdio ao ataque e ressaltou o prejuízo causado por ações deste tipo:  “Um levantamento realizado pela Fetranspor mostra que 58 veículos, sendo um deles articulado, foram incendiados no Estado nos últimos 12 meses. Com isso, o estado do Rio contabiliza uma média de um ônibus queimado por semana. A reposição da frota destruída está estimada em mais de R$ 20 milhões”, diz trecho da nota.
 
O que mais chama atenção nesse artigo é o que ocorre sempre. As pessoas costumam se revoltar com a ação policial, mas aceitam a ação dos bandidos de suas comunidades, mesmo que eles tenham levado seus filhos para o crime ou vício.
 
Por mais que haja policiais também metidos no crime, são os traficantes os verdadeiros "mandões" do lugar onde vivem. Os moradores do olugar  aceitam que os bandidos mandem em suas vidas (nas mortes também).
 
Esqueci que não existem mais favelas, pois agora são consideradas COMUNIDADES. Mas, seja favela ou comunidade, tanto faz.  Caso não houvesse tantos delinquentes soltos e mandando nas comunidades (favelas)  do Rio de Janeiro não haveria mortes.
 
 
 
QUEM VOCÊ MAIS RESPEITA?
UM POLICIAL OU UM TRAFICANTE?