Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 15 de maio de 2015

DESMORALIZAÇÃO

 
Felipe Moura Brasil
Caiado desmascara Lula sobre CPI do BNDES: “Objetivo é abrir essa caixa preta que vocês guardam a sete chaves”
Ronaldo Caiado (DEM-GO) rebateu uma indireta de L--- com um diretaço verbal.
 
Autor do pedido de criação da CPI do BNDES, o senador citou e comentou no Facebook a declaração do petista.
 
L--- disse:
“Esses dias eu vi alguém querendo fazer uma CPI do BNDES, quem sabe isso flexibilizaria a dureza do BNDES em emprestar dinheiro”.
 
Caiado retrucou:
“Eu quero fazer a CPI do BNDES. E não, L---, não acho que o objetivo seja ‘flexibilizar a dureza do BNDES em emprestar dinheiro’.
 
O objetivo é descobrir como o banco foi usado de forma privilegiada pelos grandes doadores de sua campanha.
 
Descobrir como o banco foi direcionado para desestabilizar setores produtivos ao eleger suas ‘empresas campeãs’ durante seu governo.
 
Descobrir o esquema de financiamento internacional de grandes obras para que tiranetes ligados ao mesmo Foro de São Paulo do qual você é fundador se promovam às custas do povo brasileiro.
 
Descobrir como funcionou o caixa dois com recursos do banco para que sua ‘gerentona’ fosse eleita.
 
Enfim, a CPI do BNDES tem como objetivo abrir essa caixa preta que vocês guardam a sete chaves. Saber de uma vez por todas por que os delatores da Lava Jato disseram que o Petrolão é ‘café pequeno’ diante do que aconteceu nesse banco durante seu governo.
 
É para isso, L---, que esse ‘alguém’ quer fazer a CPI do BNDES.”