Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 29 de maio de 2015

RABUDA FINANCEIRA

 
Saiu no jornal O GLOBO de hoje uma notícia que conhecemos há muito tempo, sobre os gastos imorais :   ECONOMIA DO GOVERNO CENTRAL CAI À METADE - "Despesas crescem mais que receitas, e Tesouro, Previdência e BC têm o menor superávit primásrio em 14 anos.
 
 
 
"Diante de uma arrecadação enfraquecida (?) e de despesas elevadas
que a equipe econômica ainda não conseguiu conter, ... "
 
(?)  A culpa é da arrecadação que está enfraquecida ou é dos gastos assombrosos que somos obrigados a pagar?
 
 
 
 
Opinião - O GLOBO 29.05 2015 Gordura (corte de gastos da União)
 
PODE DAR em nada, como em muito anúncio governamental. Mas a decisão do Planalto de fixar metas para o corte de gastos em custeio na máquina pública desperta eseranças.
 
AFINAL, QUANTO mais se cortar nesse campo, menos necessidade haver´-a de elevação de impostos numa economia já com altíssima carga tributária.
 
E É impossível não haver excessos num universo de 39 ministérios e 22 mil cargos de 'confiança'.  (sic)
 
 
"... o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, comemorou o resultado.  Segundo ele, apesar de ter ficado  abaixo do registrado em 2014, o número mostra que a área fiscal está 'caminhando bem'  (sic)
 
 
 
 
OBS.: Esse excesso de  (sic)  é porque certos trechos ou palavras aparecem entre aspas (pejorativamente) no próprio jornal .
 
Essa situação financeira em que um puxa para um lado enquanto os outros puxam para outro, representa uma tremenda rabuda financeira!  Quem sabe qual a verdadeira situação, ou rabuda, é o Ministro Joaquim Levy.