Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

A cobra mostra ...

 
... o revólver!
 
 
Janot é o mais votado em eleição para procurador-geral da República

 
O atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi o mais votado nesta quarta-feira (5) pelos procuradores para permanecer no cargo por mais dois anos.
A eleição representou uma demonstração de força de Janot, que tem sido criticado e alvo de promessas de retaliações de congressistas diante dos desdobramentos das investigações de políticos no esquema de corrupção da Petrobras.
Janot recebeu 799 votos, 288 votos a mais do que em sua votação na eleição organizada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) em 2013 e que lhe garantiu sua indicação à Presidência para o posto.
Na época, ele encabeçou a lista de preferência da categoria com uma diferença de apenas 57 votos em relação a subprocuradora Ela Wiecko, segunda colocada. Antecessor de Janot, Roberto Gurgel registrou 454 votos votos quando disputou a recondução em 2011.