Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

O Brasil está se tornando um sindicato de ladrões !

 
VOCÊ VAI DEIXAR?

 
 
 
Ministros defendem investigação no TSE sobre campanha de Dilma
"Em um julgamento tenso e com direito a troca de provocações, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) suspendeu nesta quinta-feira (13) a votação sobre a reabertura de uma das quatro ações que pedem a cassação da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer.
 
A interrupção ocorreu por um pedido de vista do ministro Luiz Fux, após os votos dos ministros Gilmar Mendes e João Otávio de Noronha, que defenderam a abertura da investigação da campanha de Dilma por supostas irregularidades de abuso de poder econômico e político, além de possível financiamento pelo esquema de corrupção da Petrobras.
 
..."
 
*****
 
"... não se pode transformar o país em um "sindicato de ladrões".
Gilmar Mendes  
 
 

QUEM É PETISTA QUE NÃO VÁ AOS MOVIMENTOS  A FAVOR DA ATUAL PRESIDENTa, RESPONSÁVEL PELA GRAVE SITUAÇÃO QUE ESTAMOS VIVENDO, RESPONSÁVEl TAMBÉM PELOS ESCANDALOSOS DESVIOS DE DINHEIRO DA UNIÃO, QUE NÃO SÃO RESPONSABILIDADE MUNDIAL.
 
QUE NÃO APAREÇAM PARA VANDALIZAR UM MOVIMENTO CALMO. PODEM  COLOCAR O QUE QUISEREM NA INTERNET, MAS NÓS VAMOS,  PORQUE, AO CONTRÁRIO DELES, PODEMOS TRANSAR  TODOS OS DIAS E NÃO APENAS AOS DOMIGOS. 

 
OBS.: Caso nossas manifestações sejam INVADIDAS por petistas, aconselho todos a se sentarem no chão.  Que os vândalos se mostrem vândalos.