Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 15 de agosto de 2015

SOBRE: 'FORA CORRUptTOS' e DEMOCRACIA

 
 AMANHÃ É NOSSO DIA.
 
16 DE AGOSTO 
 
 
 

 
 
"Metáforas perigosas", por Merval Pereira / O Globo 
Às vésperas das manifestações contra o governo Dilma, programadas para amanhã em todo o Brasil, a ameaça do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) Vagner Freitas de pegar em armas para defender a presidente e o ex-presidente Lula de um suposto golpe dá o tom de irresponsabilidade com que está sendo tratada a questão.
Nada mais próximo da Venezuela atual do que a imagem de um líder sindicalista, dentro do Palácio do Planalto e ao lado da presidente, a quem, chama de “presidenta”, falando em ficar armado nas trincheiras para supostamente defender a democracia. 
 
Nada mais antidemocrático do que esse tipo de abordagem, ...  
 
Como a  CUT, aliada à PresidentA nacional,  não deveria falar como se "eles" estivessem prontos para uma guerra,  ao tratar da democracia, o Presidente briguento tratou de tirar a péssima impressão que causaram suas palavras, dizendo que elas foram apenas 'metafóricas".      
 'Esqueceu' Vagner Freitas que de metáforas, mentiras e aproveitamentos ilícitos já estamos cansados.
 
Pelo twiter, o chefão da CUT mandou avisar que estava usando uma linguagem metafórica. O comandante do MST, João Pedro Stédile, já havia utilizado metáforas militares quando afirmou que colocaria se exército nas ruas para defender o governo." 
Ao mesmo tempo em que se disse defensor “da unidade nacional, da construção de um projeto nacional de desenvolvimento para todos e para todas”, o chefão da CUT engrenou uma segunda e subiu o tom, dizendo que defender o projeto de união nacional, implica, “nesse momento, ir para as ruas, entrincheirado, com arma na mão, se tentarem derrubar a presidenta Dilma Rousseff.” E ainda identificou o inimigo a ser batido, “a burguesia”.
 
Cartilha do BNDES 
A preocupação do governo com o esquema montado no BNDES é tamanha, como revelou o grampo da Polícia Federal, que o banco estatal distribuiu internamente um "manual" dando orientações aos técnicos do Banco de como proceder em eventuais questionamentos da CPI aberta pelo Congresso Nacional para investigar determinadas operações.
As orientações abrangem todos os temas sensíveis, em especial as empreiteiras já alvos da "Lava-Jato", as operações "sigilosas" de empréstimos realizados com os chamados "países bolivarianos" e outros como Cuba e Angola.