Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 22 de agosto de 2015

FORÇA SINDICAL APOIA A LADROAGEM

 



Um dia após denúncia,

Cunha recebe apoio da Força Sindical em SP

Presidente da Câmara foi ovacionado por sindicalistas em ato em SP.  Nesta quinta, a PGR denunciou o peemedebista por corrupção e lavagem

 
 
Os neurônios não conseguem alcançar a verdade política existente neste país.  Como o Paulinho, que representa a Força Sindical, pode ser "de direita", depois de apoiar gente de "esquerda" ?  Será que ele não ganhou o que lhe prometeram ou apenas mudou seus conceitos?  Como ele pode ter se mostrar tão próximo de Eduardo Cunha logo depois de ele ter sido acusado pelas safadezas que fez, embora elas ainda não tenha sido comprovadas.  Entretanto, o simples fato de ser político já serve como argumento.
 
Diz o wikipédia que a Força Sindical teria sido criada para ser contrária ao PT e à CUT. Então porque Paulinho 'da Força" teria apoiado a petista Dilma?  (foto na página anterior).  Será que suas 'ideologias'' mudaram?
 
 
 
Biografias
 
1. Paulinho da Força (do momento)
Foi candidato a vice-presidente em 2002 na chapa encabeçada por Ciro Gomes. Em 2004 foi candidato a prefeito de São Paulo. Em 2006 foi eleito deputado federal por São Paulo, tendo sido o 6º candidato mais votado do Estado e o 12º do país com a expressiva votação de 287.443 votos[1] .Em 2012, foi candidato a prefeito de São Paulo.
 
Foi condenado em 2011 a pagar multa civil de cerca de R$ 1 milhão por improbidade administrativa na aplicação de R$ 3 milhões em recursos públicos. Conforme a sentença do juiz João Batista Machado, da 1ª Vara Federal de Ourinhos, a quantia será revertida para a União. Ainda caberá recurso . Os R$ 3 milhões seriam usados para comprar uma fazenda no interior de São Paulo e assentar no local famílias, e os proprietários das terras teriam se beneficiado com sobrepreço no imóvel, que, segundo avaliação de peritos do Ministério Público Federal, valia R$ 1,29 milhão. A compra foi realizada por R$ 2,3 milhões. Na época, a Força Sindical, presidida por Paulinho, participava do conselho do Banco da Terra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que liberou os recursos. A ação pedia ainda a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos do deputado, o que foi negado pelo Juiz. - https://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Pereira_da_Silva
 
 
2. Eduardo Cunha  
Assumidamente evangélico, Cunha é considerado um dos parlamentares mais conservadores do país No Congresso Nacional desde 2003, tem se notabilizado como defensor de valores tradicionais, por exemplo, posicionando-se contra a união estável homoafetiva, a descriminalização do aborto e da maconha.   ROUBAR NÃO É PECADO? 
 
Em 2010, o deputado apresentou um projeto para criminalizar o preconceito contra os heterossexuais. Ele é o autor do projeto para a instituição do "Dia do Orgulho Heterossexual" no Brasil. Ele é também o autor de um projetos que quer punir com prisão de até 10 anos os médicos que auxiliarem mulheres a fazer aborto. Militante evangélico e frequentador assíduo de cultos, Cunha é detentor de centenas de domínios de cunho religioso na internet, dos quais 154 com a palavra "Jesus".
 
O deputado do PMDB é contrário a regulação econômica dos meios de comunicação. É conhecida a sua posição em relação ao Marco Civil da Internet[, defendendo o controle de fluxo de dados dos usuários por parte das empresas de telecomunicações e, assim, ferindo o princípio da neutralidade da rede  .
 
 
3. FORÇA SINDICAL
A Força Sindical é uma organização sindical brasileira, de trabalhadores. Fundada em 1991 tinha o objetivo de fazer frente a outra central já existente que era ligada ao PT, a CUT. A Força Sindical não tem em seus princípios ser contra o Capitalismo mas um suposto sindicalismo de resultados.
Seu primeiro presidente foi Luiz Antônio Medeiros, .