Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Dois Mundos - ...um semi-limpo e outro sujo.

 
 
É como se vivêssemos em dois mundos . Mundos diversos.
 
 
 Em um vivem os seres normais, que somos nós.  Pessoas que labutam diariamente para garantir aquele conhecido pão de cada dia.  Sem trabalho e muito esforço nenhum de nós sobreviveria. 
 
 
 Aqui, em nosso mundinho, há o trabalho, o estudo, aquela esperteza desonesta quase ingênua, aceitável pelos brasileiros comuns, como aquele dinheirinho a mais  para ser melhor atendido, pois do contrário não haverá nem o atendimento necessário.
 
 
Mas isso não importa agora.  O que importa é essa vida no nosso mundo, um tanto infantil.  Tão infantil que é capaz de sustentar o outro mundo sem maiores exigências. 
 
Aqui , no nosso mundo, tudo é difícil e é preciso muito esforço, ou uns trocados a mais, para conseguir até mesmo as coisas mais simples. 
 
 
É um mundo que nos cobra honestidade e lisura, um comportamento meio produzido, politicamente correto, em que devemos ser decentemente igual a todos os outros,  pois do contrário seremos até banidos da aceitação social, como  se isso fosse realmente importante para cada um de nós.
 
 

No Brasil, além desse mundo onde vivemos, existe também  um outro mundo. O mundo em que vivem os políticos de nosso país. Um mundo sujo, cheio de patifarias e confusões agora diárias, como se  a realidade imunda do mundo deles enfim tivesse sido descoberta . 
 

 
Foi com a nossa ignorância que se formou essa espécie de casta.  Ela é formada por pessoas com um gênero um tanto diferente de todos nós. É uma classe de gente que aparententemente se distingue daquelas que estão no verdadeiro mundo por ter maiores salários e  muitos privilégios  que lhes dão uma importância que nem têm.
 
 
É um mundo à parte, onde a honestidade e a miséria passam ao largo  e são usados principalmente na época eleições, pois os  dois servem apenas para angariar votos.  Quem vive nesse mundo é visto pelos outros,  como se fosse  de alta estirpe e são endeusados pela imbecilidade .
 
 
Embora sejam respeitados como seres mais elevados, estão mostrando sua verdadeira origem:  a desonestidade; a falta de compromisso com o outro mundo, embora seja ele que sustente sua falsa imagem; sua falta de caráter.
 
 
 
 Enfim, há no Brasil dois mundos diferentes.