Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Novos alvos

MAIS DO QUE MERECIDOS



TCHAU, QUERIDA !
.  O PT-Partido da Trapaça foi deixado de lado e agora, na mira, está o PMDB.  Só se lê notícias sobre as tramóias PMDBistas,  como se os outros fossem uns santos, em quem acreditar. É  até natural que isso aconteça, por ser o partido que está na Presidência,  na figura de Temer, e num país onde todos os partidos servem apenas a seus próprios interesses, pecuniários principalmente,  "metendo a mão numa cumbuca" que deveria ser mais respeitada e vista como é, uma 'cumbuca' pertencente a todo o povo brasileiro, não só a eles, que ainda não se viram como são, de fato: empregados do povo e que a ele  devem servir (ao menos para alguma coisa!) e não extorquir.


Agora está sendo passada a idéia, aos menos avisados, de que apenas os chamados 'caciques' do PMDB são desonestos, quando a canalhice é de todos os políticos, independentemente de seu partido.



 
Também na coluna de Ilimar Franco :
 
"PERDER EM CASA, GANHAR FORÇA -  O presidente interino, Michel Temer, reuniu-se ontem pela manhã com os ministros da pesquisa CNT/MDA .  Os números negativos não impressionaram  e são tratados com normalidade.  Garantem  que já eram esperados.  A avaliação geral é que o governo Temer é recente, desconhecido do grande público e precisa apresentar resultados concretos.  Antes disso, não há milagre.  A rejeição ao governo é considerada também uma herança da gestão da presidente afastada Dilma Rousseff. E que será preciso trabalhar muito para reduzir a desscrença da opinião pública.  ... "
 
 

"O governo não tem proposta.

A reforma tem que ser construída a muitas mãos,
para que todos sejam responsáveis."
Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil
sobre as dificuldades
para aprovar uma reforma da Previdência
(Coluna de Ilimar Franco em O GLOBO)
 
 

Por falar em desonestidade,
 quando veremos o  ex-presidente petista,
que nos sugou com avidez durante oito anos,
atrás das grades?
O ex-presidente José Ribamar/Sarney será preso?