Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

terça-feira, 28 de junho de 2016

O triunfo da estupidez - Arnaldo Jabor

 
Completo
Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,o-triunfo-da-estupidez,10000059578
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter



....

Esse plebiscito inglês foi o primeiro sinal. Com o mundo tão incompreensível, a tendência das pessoas mais burras é se isolar, ter a nostalgia de um passado que pensam que era bom, com ódio e rancor contra a “lenta” democracia.
 
...
 
Como é o “design” da estupidez? A estupidez, antes de tudo, é uma couraça. A estupidez é um mecanismo de defesa. É o bloqueio de qualquer dúvida de fora para dentro, é o ódio a qualquer luz que possa clarear as deliciosas trevas onde vivem.
 
 
Mesmo inconscientemente, aqui e lá fora, sociedades estão famintas por tiranias rápidas. A democracia decepciona as massas porque é muito complexa para ser entendida. O homem comum de hoje não entende mais nada. Assim, adotam apelos populistas, invenção de “inimigos” do povo, divisão entre “bons” e “maus”
 
...
 
 
A pretensa “esquerda” que se apossou do país há doze anos fez tudo ao contrário do que deveria.
 
...
 
 
Os estúpidos são militantes, têm fé em si mesmos e têm a ousadia que os inteligentes não têm. Mas, o sujeito também pode ser culto e burro.
 
 
...
 
Nosso futuro era determinado pelos burros da elite intelectual numa fervorosa aliança com os analfabetos.
 
...
 
Crescem em toda parte ideologias nacionalistas, sempre pautadas pela exclusão do outro, sejam imigrantes famintos, sejam muçulmanos pacíficos, sejam os inimigos do PT.
 
...
 
A burrice tem a “vantagem” de “explicar” o mundo. Não querem frescuras complexas, sutis, situações políticas democráticas. Preferem a estupidez como solução. O diabo é que a estupidez no poder chama-se “fascismo”.




Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,o-triunfo-da-estupidez,10000059578
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter