Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 24 de abril de 2015

"Levaram" minha caneta ?


RECEBIDO POR EMAIL
 
'Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza...'    
 
 Roubalheira Inacreditável
Márcio Accioly
- Jornalista -

O PT é um partido formado basicamente por ladrões. Eles roubam tudo: petróleo, setor elétrico, merenda escolar, superfaturamento de obras, fundo de pensões...

Já existe até quem defenda a prisão de todos os seus integrantes, analisando-se caso a caso e soltando-se paulatinamente inocentes que possam ser encontrados, pois toda regra tem exceção e será possível achar gente honesta mesmo dentro de legenda tão desmoralizada e dedicada à gatunagem como é o PT.

Mas o Partido DITO dos Trabalhadores vem roubando e roubou além das medidas. Veja-se o fundo de pensão Postalis, dos Correios, cujo buraco financeiro atingiu a soma de cinco bilhões e 600 mil reais! Os sindicalistas do PT dizem ter administrado “muito bem” o dinheiro do Postalis. Investiram sozinhos num fundo do Bank of New York, comprando títulos da Venezuela e da Argentina. Títulos podres.

Para que se tenha ideia, o fundo perdeu 65% de seu valor e o dinheiro da pensão dos Postalis desapareceu. Fala-se agora que os empregados dos Correios deverão pagar 25% de seus salários, até que o montante se recomponha. Outras empresas nas quais os sindicalistas do PT investiram foram as seguintes: a EBX, de Eike Batista, Bancos Cruzeiro do Sul e BVA, além da Financeira Oboé.

Mas isso não é tudo: grande montante de dinheiro foi investido no Lehman Brothers, em agosto de 2008, menos de 30 dias antes de sua falência. Se investigados outros fundos (e serão), descobrir-se-ão novos roubos. Os sindicalistas do PT administram o dinheiro dos trabalhadores assim como Dilma administra o Brasil.

Dilma foi presidente do Conselho de Administração da Petrobras, à época em que a roubalheira ali se processava a todo vapor, mas afirma que não sabia de nada e que também nada viu. A presidente é cúmplice da roubalheira, mas vem mentir com a maior cara de pau. Acha que todos nós somos cretinos. A mulher que prometeu milhares de creches ao longo da campanha, pencas de aeroportos pelo país (sem contar o terceiro aeroporto de São Paulo) e trem bala antes da Copa, esgotou seu repertório.

Todos os dias são descobertos novos roubos praticados pelo PT, em volume descomunal. Este partido tem de ser extinto, juntamente com outros que vivem de assaltar os cofres públicos nacionais! É preciso que se dê todo o apoio possível ao juiz federal Sérgio Moro, o paranaense que está expondo as vísceras da roubalheira praticada por Lula da Silva, o Lularápio, e seus seguidores.

Não devem ser esquecidas as pressões sofridas pelo ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, a quem se concede todo o crédito pela prisão de gente como Zé Dirceu e Zé Genoíno, figurões de pés de barro. Mas é preciso mais, muito mais.

O PT tenta desconstruir as manifestações de rua, querendo levar o país para uma guerra civil. O partido não quer desalojar seus ladrões, inclusive a própria presidente da República, cúmplice de toda a roubalheira. O cinismo da presidente é de doer: vejam que o Palácio do Planalto determinou a vários senadores que retirassem suas assinaturas da CPI que deveria apurar o assalto que vem sendo praticado no BNDES.
Na propaganda petista veiculada pelos meios de comunicação, o partido diz que está prendendo corruptos, como se as instituições nacionais dependessem de legendas partidárias. Enquanto isso fica montando armadilhas, pregando através de jornais amigos, reféns de fartas verbas, que o número de participantes nas manifestações está diminuindo. Quer dar a entender que a população está desistindo do impeachmen(*).

A insatisfação é generalizada e ninguém aguenta mais tantos desmandos. Dilma tem de ser afastada, para que se inicie processo de limpeza. Fazer aqui como se fez na Itália, com a Operação Mãos Limpas. O governo desgovernado está apodrecido.
 

(*) Particularmente sou mais favorável a que a atual presidenta continue seu mandato até o final para ter mais tempo para destruir seu partido, o PT-Partido de Trapaceiros.  A não ser que o tal partido aproveite o tempo que sobra para armar alguma presepada para cima dos eleitores mais facilmente enganáveis, como é o seu hábito.  Ao invés de dar a Dilma um impchement seria bem melhor dar-lhe uma corda para ajudá-la a ser enforcar.  Participei da última manifestação de rua, com o objetivo de desmoralizar o partido.
 
 
 
VÍDEO IMPERDÍVEL