Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 1 de abril de 2016

MANIFESTAÇÃO CONTRA IMPEACHMENT


Golpe = impeachment


Ontem, pessoas saíram às ruas  em defesa do PT, a maioria sem perceber que estava sendo usada, mas isso é o de menos. Pior vai ser quando irem às ruas não para lutar contra o partido que tomou conta do Brasil e o afundou, mas para fazerem de tudo para se mostrarem coitadinhos,  ao invadirem Supermercados, por exemplo, ou QUEIMAREM PNEUS (como já se tornou um hábito, toda vez que se dizem injustiçados, mesmo que o pneu não tenha nada com isso). 
 
Ontem os pneus foram poupados, pois nem precisavam de mais nada para chamar a atenção.   Bastou estarem pedindo a permanência no cargo presidencial da incompetência que assolou nosso país. Isso bastou .



  
Governo aposta em CARGOS,
L. e regulamento para barrar o impeachment  - Leandro Prazeres

Conversa, cargos, jogo duro, regulamento debaixo do braço e influenciar a opinião pública. Assim poderiam ser definidas as cinco principais estratégias que o governo vai tentar utilizar para impedir o avanço do processo de impeachment que tramita contra a presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados.    

Apesar de a saída oficial do PMDB da base governista ter exposto ainda mais o isolamento do PT na defesa do mandato da presidente Dilma, deputados petistas ainda apostam que é possível barrar o impeachment. 

O PT tem 58 deputados federais e 11 senadores. É a segunda maior força política do Congresso Nacional, mas, sozinho, não tem condições de impedir o avanço da proposta na Câmara.

O "desembarque" do PMDB, anunciado na última terça-feira (29), intensificou a ação dos parlamentares na execução de cinco estratégias que o governo tenta pôr em prática para impedir o afastamento de Dilma.
 

Depois que o antecessor de Dilma, o pior canalha que o país já teve, deixou de ser oficialmente o mandatário da Casa Civil, como já o é, embora isso ocorra 'por baixo dos panos', ao menos por enquanto tornei também a ser contra o impeachment, embora  por um motivo bem diverso.  Prefiro ver a atual presidentA sofrer pressões e amargar até o último dia de seu mandato, para destruir, de vez, com o partido a que diz pertencer, levando junto o ex-presidente.  É verdade que eles terão todo esse tempo pela frente para manipular  a mente de otários, mas ...
 
Dizem que, se o PMDB assumir o posto presidencial  (ele pertence ao governo, embora faça de conta que não, pois fez questão de  "virar as costas para o próprio  governo") uma das coisas que ele fará será acabar de vez com a Operação Lava Jato, pois ela está apontando a roubalheira de diversos políticos, de todos os partidos.  Mas, como temos que fazer uma coisa de cada vez, primeiro vamos destruir o PT, contando com a ajuda de um partido que se destrói a cada dia.