Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 3 de abril de 2015

INTERVENÇÃO MILITAR


 
Geraldo Almendra
 
Conversei muito com um amigo que tem acesso aos segredos do submundo do Congresso Nacional.
 
Em relação ao impeachment e à renúncia ele foi taxativo: nenhum dos dois vai acontecer e os jornalistas mais bem informados sabem disso, mas fazem o jogo do politicamente correto - para ganhar audiência - com a sociedade que quer Dilma fora da presidência: transformam todos os dias o sentido da palavra Intervenção em uma Ditadura para criar medo na sociedade por força das mentiras que vêm sendo plantadas há mais de 30 anos sobre a verdade do Regime Militar, tudo para camuflar o verdadeiro sentido da resistência a uma Intervenção Militar: covardia, omissão, cumplicidade e medo de enfrentar as tropas do General Stédile.
 
Todos estão incentivando as manifestações pacíficas e apartidárias pois já têm certeza que seu esvaziamento ocorrerá em breve com um convencimento midiático que o desgoverno petista está fazendo tudo para recolocar o país no caminho certo e que intervenção seria ditadura.
 
O slogan "Fora Dilma" não vai fazer qualquer efeito prático, mas apenas desmoralizar milhões de cidadãos que saem às ruas pedindo para acabar com esse poder público Covil de Bandidos.
 
Somente um apoio da sociedade a uma Intervenção Militar traria para nosso país uma esperança de nos livrarmos do controle de desgovernos cleptocratas-genocidas.
 
Os cartazes pedindo Intervenção Militar já assustaram todos os que tem rabo preso na prática do ilícito, não somente o poder público Covil de Bandidos, mas, também, empresários, artistas, jornalistas e outras classes que continuarão sendo beneficiadas com a falência moral e ética das relações públicas e privadas, que produz um bilionário roubo do dinheiro público todos os anos, e com a continuada prática milionária do suborno para conquistar apoio para um desgoverno desqualificado em todos os sentidos que se possa avaliar.
 
Depois das argumentações de meu "confidente" estou inclinado a aceitar que existe um grande complô de toda a classe política representativa da sociedade na sua pior e mais sórdida versão moral-histórica, para manter a Dilma no poder até o final do seu mandato, algo que transcende o jogo partidário corrente e a luta pelo poder político e econômico, até porque não existe oposição no nosso o país. As exceções não tem relevância.
 
As definições de um novo cenário político ficariam para serem estabelecidas nas próximas eleições com a aposta de que o PT não conseguirá mais sair da lama da corrupção e da falta de credibilidade por força do trauma econômico que as classes mais baixas sofrerão com o famoso "ajuste fiscal". Então teríamos uma troca pacífica e negociada de BANDIDOS POR BANDIDOS.
 
Essa gente calhorda acabará convencendo a sociedade a pagar o preço das sacanagens que os desgovernos petistas fizeram com nosso País.
 
Diante de um desgoverno tão incompetente e tão fragilizado onde está a verdadeira oposição do nosso país? - Ronaldo Caiado é uma das poucas exceções.

O traidor do Aécio está sumido. PSDB defende o PT nas beiradas dos escândalos e do sórdido jogo político em curso. PMDB vai plantando as sementes de virar o jogo e fazer o próximo presidente, mas mantendo o Covil de Bandidos em pleno funcionamento.
 
Se esse cenário tem lógica podemos afirmar que a principal razão dos movimentos de proteção ao mandato de Dilma é muito simples: um impeachment ou uma renúncia vai provocar um conflito civil iniciado pelo PT e suas milícias nacionais e internacionais, forçando uma Intervenção Militar, o que não interessa a todos os que têm rabo preso com a quase generalizada prática do fundamentalista do ilícito, pois seus crimes cometidos certamente os levariam à cadeia e, alguns, para a frente de um Tribunal Militar.
 
A turma do poder não quer a implosão do poder público Covil de bandidos para construir outro no seu lugar, mas sim, mantê-lo em pé com os ninhos das ratazanas corruptas que estão jogando o Brasil no caminho de uma consumada cleptocracia-socialista, que vai continuar fazendo a sociedade trabalhar mais de seis meses por ano para sustentar corruptos, corruptores e prevaricados, públicos e privados.
 
Com uma Intervenção Militar esse poder público que aí está - o mais bem pago, mais corrupto, e o mais safado do mundo - sofreria um trauma investigativo muito forte por parte de uma Intervenção Militar, que, com certeza, iria impor TOLERÂNCIA ZERO para os crimes hediondos, entre eles a corrupção.
 
A mais forte blindagem de todos os que roubaram e continuam roubando o país está exatamente no PODER JUDICIÁRIO, especialmente nos Tribunais Superiores, totalmente aparelhados pelo criminoso projeto de poder do PT - Foro de São Paulo para garantir impunidades parciais ou totais dos cúmplices da manutenção do Brasil como um Paraíso de Patifes.
 
Agora uma mensagem ao Romário que colocou no Face um desenho de tortura:  VOCÊ É UM FDP.
 
Deveria ter colocado também as fotos dos civis e militares despedaçados pelas bombas do terrorismo comunista durante o Regime Militar, inclusive de corpos esquartejados por esses canalhas que se dizem defensores da democracia.
 
É por causa de gente sórdida como você que continuam morrendo mais de 200000 pessoas por ano no nosso país sendo mais de 60000 assassinadas. No dia que assisti você dormindo na sua cadeira no Congresso já antevi que tipo de parlamentar de merda você se transformaria.