Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 3 de maio de 2015

O país do percentual - REYNALDO ROCHA

 

O Brasil é o país do percentual. Tivemos um ministro – hoje conselheiro do lulopetismo – conhecido em boa parte do mundo como “dez por cento”. Os corruptos de hoje aprenderam. E aperfeiçoaram a metodologia.
 
O semideus da seita (para muitos é deus mesmo!) só pensa em percentuais. E repete que ninguém é mais inocente ou honesto que ele. O que o Brasil enxerga é que ninguém mente de modo tão intenso como quem impunemente mente.



As únicas mentiras pelas quais somos realmente punidos são aquelas que contamos a nós próprios. Desta o comandante da farsa não escapa, ainda que em pesadelos.
 

O L--- da Oderbrecht e de Eike Batista é zero por cento em honradez e decência.
 
Somando-se os asseclas como Renan, Maluf, Collor, Sarney ou André Vargas, não se consegue nada além de zero. Qual será o percentual reivindicado por L---?
 
Dilma ficou calada. Os vídeos sobre o Dia do Trabalhador são as provas, eternizadas pela web, da covardia, do consentimento silencioso e da aceitação de que nada tinha a dizer.
 
Quem diria que o poste imperial seria calado por panelas?
 

Mas não é exatamente o ruído do panelaço o que amedronta Dilma e faz com que L--- aumente a dose do litro diário de cachaça. A vergonha nunca está no cadafalso. Está nos motivos que empurraram o condenado até lá.
 

L--- tem 100% de razões para transformar a forca em vergonha. E esquecer o que fez para merecer a agonia lenta. E Dilma, por amor ao pescoço, tenta ficar (apud L---) nos 10% costumeiros. Conseguirá?
 
 
No seu crescente desespero, o ex-presidente trocou aquele falso Lulinha Paz e Amor pelo verdadeiro Lula Medo e Terror
 
Nosso ex-presidente está a cada dia que passa mais violento. Sai babando seu ódio toda vez que abre sua bocarra principalmente em ambientes blindados da CUT ou do MST(blindados mas não muito, vejam o imperdível  vídeo https://www.youtube.com/watch?v=cRYdJ88NqXs).  Sem contar com sua verboragia quando disse ser bom de briga.  Como se tivesse falando alguma novidade e já não soubéssemos disso!
 
 
 
 Calma, ex-presidente! 
O fel pode não fazer muito bem à sua ...
laringe.