Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

terça-feira, 15 de março de 2016

Distanciamento, a defesa das empresas

Agora virou moda.
Uma forma de defesa.
 

Sempre que ligamos para uma empresa nos atende uma máquina, se dizendo um elo virtual com os clientes, o que facilitaria nossa vida, mas só facilita a deles, muito oportunistas.
 
Na hora de vender alguma coisa, ou algum plano, é uma pessoa que se dirige a nós.  Porque não seria igualmente aquela máquina (ou um elo virtual) que se dirige a nós?  Outra dúvida: se o que nos é oferecido é tão bom eles já o teriam dado às suas mães? Ou às mães dos donos da empresa?   Nem adianta perguntar porque sempre dirão que sim.
 
Já me cansei de sempre escutar aquele miserável "se quer isso ou aquilo disque ..." . Sem ter outro jeito, escolhemos um número.  Aí somos atendidos pela mesma máquina (a de sempre) disposta a resolver tudo de que precisamos, sem resolver nada.  Ouvimos, de novo, o eterno "se quer isso ou aquilo disque ...
 
Depois de escolhermos um número, vem aquela AMEAÇA em forma  de promessa, como sempre: ""ESSA LIGAÇÃO ESTÁ SENDO GRAVADA" para ... "" 
 
Como sempre dizem que tudo o que já cansamos de escutar é para nosssa segurança, sem adimitir que tudo não passa de uma forma de se defenderem de possíveis reclamações, porque ninguém gosta de admitir que errou (menos eu que sou uma ET esperando a nave que até agora não veio me buscar - terá pousado em Varginha, onde eu não estava?) ou gostaria de consertar seu erro.  Na verdade, o que  ninguém quer é maior proximidade com o cliente que os sustenta nem pretende ouvir alguma crítica ou algum pedido para consertarem o mal que fizeram. 
 
Houve uma vez, em que, já irada, perguntei à moça que estava me 'atendendo' qual era o nome dela e a desvairada me respondeu que o nome  dela era o nome... da empresa.  Perguntei, então, se ela não tinha identidade nem um nome pessoal, porque o nome da empresa já sabia qual era pois havia ligado para lá.  Aí talvez ela tenha percebido que não era apenas uma 'coisa'  a serviço de alguém e me respondeu que o nome dela era Norma.
 
 A verdade  é que estamos cada vez mais distanciados das empresas e nem podemos reclamar mais nada porque o  distanciamento já foi espertamente elaborado!  E nós?  Bem, nós...

 
 QUANDO VOCÊ COMPRA ALGUMA COISA
POR TELEFONE OU PELA INTERNET
ESTÁ VENDO ALGUÉM DO OUTRO LADO ?
 
 
LIGUE PARA A OI
 
 
 
INIMIGOS DA OI:   
 os telefones celulares
aliados à incompetência
que está destruindo o nome da VELOx