Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 20 de março de 2016

Proteção


 
 
 
 
O QUE SE PODE ESPERAR DE BANDIDOS QUE FORAM ELEITOS
 
 
Corre do Moro - Representantes da Câmara preparam uma emenda constitucional para garantir foro privilegiado a ex-presidentes da República, determinando que só sejam julgados pelo Supremo Tribunal Federal. Inicialmente, o texto não contemplaria o ex-presidente L---, investigado pela Lava Jato e, até a segunda ordem, nas mãos de Sergio Moro. Mas abarcaria Dilma e os futuros mandatários, já que a vigência da medida se daria a partir da data de promulgação da PEC  (tomara que os advogados do ex-presidente não usem mal tal emenda, para não sujarem sua imagem a favor do banditismo de um cliente, que deixou de ter a força que possuiu um dia, pois nem tantos idiotas acreditam mais nele). 


Psicologia reversa O curioso é que o projeto está sendo arquitetado com o apoio da ala oposicionista do PMDB. 
 
Complô Adversários do Planalto acham que a medida seria vista como obra do governo e ajudaria a colar em Dilma a imagem de que ela também foge de Sergio Moro, repetindo o desgaste de Lula quando aceitou o ministério.
 

Amputar Líderes do Congresso atingidos pela Lava Jato e incomodados com o que chamam de poder excessivo do Ministério Público começam a falar da necessidade de se aprovar uma lei para cortar as asas da instituição.
 
Nada favorável Até a lei da delação premiada poderia ser revista. A operação é silenciosa e mesmo os mais assanhados com a mudança legal reconhecem que, neste momento, votar algo assim provocaria forte polêmica.   Está aí o medo que a população, encabeçada por um Juíz como Sérgio Moro, pode provocar! Principalmente num ano eleitoral!
Para inglês ver Um deputado afirma que a comissão do impeachment será só “para passar tempo”. Diz que, mesmo se relator e comissão votarem contra a deposição, o tema acabará no plenário: “Tudo aqui cabe recurso. Não viu no Conselho de Ética?”. 
Menos é mais Dois ex-ministros de L--- apresentaram um receituário semelhante durante a semana para tentar poupar o petista: acham que ele deveria parar de dizer que é candidato.
 ...

As fiscalizações sobre a Lava Jato estão em uma marcha sem volta.

Qualquer tentativa de interferência seria totalmente infrutífera.

 

Está escrito no ‘Painel’ do Jornal O GLOBO -

Obs.:Leio o jornal citado acima porque no Choro de Janeiro não há outros jornais que tragam informações mais importantes.  Só chorando  com tanta falta de escolhas!