Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

terça-feira, 23 de junho de 2015

Criador e criatura

 
Uma ala do governo Dilma Rousseff e também peemedebistas avaliam que o ex-presidente L--- (Barba, para uns e Brahma para outros), com suas últimas críticas direcionadas à petista, ensaia um descolamento de sua criatura para tentar sobreviver politicamente até 2018, data da próxima eleição presidencial.
 
 
Segundo assessores mais próximos à presidente, L--- (o Brahma)  já vinha insistindo na tecla de que Dilma não ouve seus conselhos e intensificou este discurso em reunião com religiosos na semana passada, quando elevou o tom das críticas à petista.
 
 
Ou seja, na avaliação de interlocutores dilmistas, L--- (o Brahma) estaria passando a mensagem de que a responsabilidade pela atual crise política e econômica, que derrubou a popularidade da petista, é somente da presidente Dilma.
 
 
Esta ala do governo diz, porém, que se esta é realmente a estratégia de L--- (o Brahma) , corre risco de naufragar. Um assessor lembra que o PT está numa situação pior do que o governo, que estariam unidos num processo de "corrosão".
 
Depois de dar razão aos tucanos nas críticas de que Dilma mentiu na campanha ao afirmar que não mexeria em direitos trabalhistas e não faria ajuste fiscal, L--- (o Brahma)  voltou à carga nesta segunda (22), criticando aliados petistas.
 
 
Segundo o ex-presidente, seus correligionários "só pensam em cargo, em emprego, em ser eleito".  Isso seria uma espécie de auto-avaliação, pois é exatamente como ele sempre se comportou.
 
 
Dilma ficou muito contrariada com as "observações ácidas" de L--- (o Brahma)  , que só alimentam, na avaliação de governistas, o cenário atual de crise política no país. Dentro do Palácio do Planalto, porém, a ordem é não rebater publicamente o ex-presidente e, de preferência, inclusive nos bastidores.
 
 
Dentro do governo, assessores reclamam ainda que a presidente tem buscado criar uma agenda positiva. Nesta segunda, por sinal, o ministro Joaquim Levy (Fazenda) almoçou com o senador Romero Jucá (PMDB-RR) para discutir medidas de "animação" da economia.

 
*****

 
Uma das  estratégias que solicito a todos fazerem é pararem de pedir o afastamento APENAS da presidenteA Dilma, pois isso faz parecer que ela é quem está "esculhambando" com o país, quando essa terrível situação vem acontecendo desde que o PT assumiu o comando da nossa Nação.  Já devem ter reparado que onde esse tipo de ""socialismo"" se aboleta, o país se acaba, como vem acontecendo com a Argentina, com a Venezuela, o Equador ... Sem contar que nossa presidentA Dilma tem feito de tudo para acabar com o Brasil.
 
Precisamos acabar com o tumor  que vem se espalhando pelo nosso território.  Esse tumor é o ex-presidente igualmente petista e seu partido de trapaceiros, de codinome PT. 
 
 
Para defenestrar o tumor lulóide de uma vez, sem o risco de vê-lo voltar como o salvador da pátria, depois do estrago feito por sua pupila,  não podemos separar o criador de sua criatura.  Ainda mais que ele foi o grande responsável pela presidentA que ele tanto vem criticando, pois, caso não fosse ele , ela continuaria desconhecida por esse povo ignaro que deu a eles seus votos.   Todos devem lembrar da época em que ele via nela a chance de um eterno troca-troca ; daquela época de campanha eleitoral à Presidência, quando ela assumiu o cargo  pela primeira vez, e ele se aproveitava do cargo de Presidente da República e a carregava em todas as viagens que fazia para que o povo, principalmente o povo do nordeste, conhecesse sua INDICAÇÃO.   Pois aí está e deu no que deu.


O nome do criador deve estar INTERLIGADO
à criatura que ele mesmo criou.