Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 6 de junho de 2015

Piada para chorar

 
Embora seja uma piada,
 
nada pior do que ser representado por esse tipo de "gente"."

 
A passagem por favor...
 
 
Três Parlamentares e três advogados estavam viajando de trem para uma conferência.

Na estação, os três políticos compraram um bilhete cada um, mas viram que os três advogados compraram um só bilhete.

- Como é que os três doutores vão viajar só com um bilhete? (perguntou um dos parlamentares).

- Espere e verá - respondeu um dos
advogados.

Então, todos embarcaram.

Os Políticos foram para suas poltronas, mas os três Advogados se trancaram juntos no banheiro.

Logo que o trem partiu, o fiscal veio recolher os bilhetes.

Ele bateu na porta do banheiro e disse:

- O bilhete, por favor.

A porta abriu só uma frestinha e apenas uma mão entregou o bilhete. O fiscal pegou e foi embora.

Os Parlamentares viram e acharam a idéia genial.

Então, depois da conferência, os Políticos resolveram imitar os Advogados na viagem de volta. (reconheceram a boa idéia, porém com a criatividade que lhes é peculiar no Congresso, resolveram melhorá-la).


Quando chegaram na estação novamente os Advogados compraram só um bilhete mas, para espanto deles, os Políticos não compraram nenhum.

- Mas, como é que "Nossas-Excelências" vão viajar sem passagem? (um Advogados perguntou perplexo aos Políticos).

- Espere e verá - respondeu um dos parlamentares.

Todos embarcaram e novamente os Advogados se espremeram dentro de um banheiro e os Políticos correram todos para o outro banheiro, ao lado.

O trem partiu. Logo depois, um dos Políticos saiu, foi até a porta do banheiro dos Advogados, bateu e disse:

- A passagem, por favor!