Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 20 de junho de 2015

Que país é este? - Merval Pereira


20.6.2015
                

"Para se ter uma idéia do que representa a prisão de Marcelo Odebrecht, basta saber que ele mandava ir para sua casa todo diretor da empreiteira que fosse alvo de boatos de prisão. Queria com isso dar garantias ao funcionário de que ninguém o molestaria. Ver policiais em sua casa ontem pela manhã em São Paulo deve ter irritado muito o dirigente da maior empresa brasileira.

Momentos como esse marcam a reviravolta de um país. “Quando vão pegar a Odebrecht?” era a pergunta que não calava, como se dependesse da resposta a credibilidade de toda a Operação Lava-Jato.

O fato de ter demorado tanto demonstra bem os perigos que corriam os Procuradores do Ministério Público, a Polícia Federal e o próprio juiz Sérgio Moro para dar este passo decisivo. Não foi à toa que investigaram por quase um ano as duas maiores empreiteiras do país, Odebrecht e Andrade Gutierez, antes de prender seus principais dirigentes.

A prisão dos dois prova que o país está mudando. É sintomático de um novo momento que o Brasil vive, tentando controlar a corrupção, completamente disseminada. A prisão icônica de Marcelo Odebrecht, com base numa investigação extensa, é um indício de provas da atuação dele nos desvios da Petrobras e em outras estatais também. 

 

...  " 
Artigo completo e imperdível: 
  
 
Às vezes até parece que Moro é o único brasileiro que sobrou no meio de tanta desgraça e roubalheira.  Muitos vão às manifestações de rua (que de nada adiantam, mas assustam) pensando que aquilo que está ali é apenas mais um programa de fim-de-semana Há também aqueles que não levam a sério nem mesmo 'o que falam', por estarem apenas passando adiante as palavras alheias, sem darem a elas importância que merecem.   O objetivo principal é estarem na moda escolhida.  Porém, que ninguém deIxe de participar dos novos programas que serão apresentados, pois todos contam com sua presença (até que descubram o que estão fazendo ali!)
 

QUE PAÍS É ESTE?
QUE POVO É ESTE?