Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Rio (ou Choro?) de Janeiro - Olimpíadas 2016

 
Saiu, no jornal de hoje, a notícia de que a Prefeitura do Rio de Janeiro pretende inserir os moradores de rua  na Festa Olímpica.  Sugestão dada por um cidadão brasileiro:  'que  eles participem de uma maratona, porque de rua eles entendem'.
 
 
O projeto tem o objetivo  de promover atividades culturais voltadas para população sem  casa,  embora a 'miséria tenha acabado" (palavras de petistas) e haja as Minhas Casas Nossas Vidas... bandidas!
 
Vive na rua quem perdeu o emprego e a família que teve um dia, por questão de problemas psiquiátricos ou por drogas.   Quem tem noção do que está acontecendo em nosso Brasil tão varonil sabe que basta  invadir o terreno alheio ou a casa alheia para ter o seu teto.
 
 
 
"Dois albergues para 400 pessoas serão construídos e devem ser inaugurados até o próximo ano."
 
Antes de investir dinheiro  em albergues seria interessante  que nossa Prefeitura estivesse mais bem informada e soubesse que várias pessoas fogem dos 'albergues' e voltam às ruas por que lá é que querem ficar.  Não se sabe direito até agora se o que os leva a fugir de um 'albergue' seria apenas a vontade de estar na rua ou é porque a rua é ainda melhor que os tetos oferecidos.

Será que o Poder Público está mesmo preocupado em dar um teto a quem  mora na rua ou seu verdadeiro e escuso interesse é mostrar a quem chega que nossas ruas estão livres desses moradores?