Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 12 de março de 2015

Mensalão 2 - Ricardo Noblat


Blog do jornalista Ricardo Noblat, no Portal de O Globo:
 
E o cabeça do Mensalão.2  é...
 
 
Afinal, a presidente Dilma Rousseff trouxe ou não para o Brasil o que comprou recentemente em Montevidéu? A saber: três potes de doce de leite, um requeijão e um queijo cremoso. Surpreso(a) com a pergunta quando em Brasília só se fala da lista dos suspeitos de envolvimento com a corrupção na Petrobras? Pode não parecer, mas uma coisa tem a ver com a outra. Como espero demonstrar daqui para frente
 
Quantas vezes você não leu afirmações de Dilma reiterando seu compromisso com a verdade e a transparência? Quantas vezes não a ouviu repetir as expressões gastas “não ficará pedra sobre pedra” e “doa em quem doer”? Sim, ela quer que acreditemos em sua honestidade pessoal. E não só pessoal: na honestidade que decorre do modo como exerce a função de presidente.
 
Mas como acreditar no que ela quer se é incapaz de oferecer resposta a uma pergunta tão simples como a que fez a repórter Janaína Figueiredo, de O Globo? O brasileiro não pode trazer do exterior derivados de leite. É proibido por uma portaria do Ministério da Agricultura. Janaína quis saber apenas se a presidente cumpriu a lei. A resposta foi o silêncio.
 
Onde ficou o compromisso de Dilma com a verdade e a transparência? Por que tomarei como verdade a desculpa dada por ela para ter aprovado a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, contra parecer de uma consultoria internacional contratada pela Petrobras? O negócio resultou em prejuízo para a empresa estimado em quase dois bilhões de dólares.
 
Na época, Dilma era chefe da Casa Civil do governo L---, o segundo lugar mais importante da República. E presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Antes havia sido ministra das Minas e Energia. Nada se vende ou se compra na Petrobras sem autorização do Conselho de Administração. Dilma desculpou-se alegando que decidiu pela compra sem dispor de todas as informações a respeito.
 
Ora, ao jogar nas costas de um ex-diretor da Petrobras a culpa por ter decidido errado, Dilma acabou confessando um crime de responsabilidade. Isso poderia lhe custar o mandato neste país tropical, de memória fraca, que já assistiu à queda de um presidente por causa da compra de um Fiat Elba com sobras de campanha (Bom dia, Collor, aliado de Dilma, enrascado com a roubalheira na Petrobras!).

-Sabe o que distingue o escândalo do mensalão no primeiro governo L--- do escândalo da Petrobras que começou no segundo governo dele? O volume do dinheiro desviado. O mensalão foi obra de “uma sofisticada organização criminosa”. O escândalo da Petrobras, de uma “complexa organização criminosa”. Assim disseram os procuradores-gerais Antônio Fernando Barros e Rodrigo Janot.
 
Ao denunciar os mensaleiros, Antônio Fernando apontou o ex-ministro José Dirceu como cabeça da gangue. Ao apresentar sua lista de pessoas a serem investigadas no caso do assalto à Petrobras, Janot não apontou ninguém. L--- escapou do Mensalão. 1. Como se tudo aquilo pudesse ter acontecido à revelia dele. Cabe a Janot mais adiante encontrar alguém para ser no Mensalão. 2 o José Dirceu da Dilma.
 
No Mensalão.1, L--- contou com a proteção dos principais líderes do Congresso. No Mensalão.2, além de implicados no escândalo, os principais líderes do Congresso estão furiosos com Dilma. Sentem-se abandonados por ela. Dilma encabeça a lista de Janot  (?) porque ninguém mais do que ela tem a perder com a crise política que se soma à crise econômica e que pode resultar numa crise institucional.


Você confia na atual PresidentA ?