Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 15 de março de 2015

HOJE É 15 DE MARÇO - PARA A RUA!


 
" 'Impeachment 'não é solução' 
diz a ex-candidata, que  perdeu a eleição à Presidência


De acordo com a sapiência de Marina, nossa ida à rua, hoje, dia 15 de março, pode 'aprofundar o caos' , ao invés de demonstrar nossa insatisfação contra essa bagunça institucionalizada. 
 
Nada mais caótico do que o povo mostrar sua revolta.  Podem roubar ou matar, desviar dinheiro público, levar empresas do governo à bancarrota , elogiar assassinos e traficantes, mas o povo não pode sair e mostrar  que não está gostando da ''zona'' em que transformaram o país em que ele vive.
 
SERÁ MAIS UMA TENTATIVA DE INVERTER VALORES? 

"Muita gente vai para as ruas protestar. Há uma campanha pedindo
o impeachment da presidente que foi eleita há poucos meses.
Compreendo a indignação e a revolta,
mas não acredito que essa seja a solução.
Talvez o resultado não seja o pretendido retorno à ordem,
mas um aprofundamento do caos", escreveu Marina.
 
 
A ex-senadora e uma frustrada candidata à  eleição presidencial, é  a favor de um  "prazo inicial a todo governo eleito, para que diga a que veio".   Talvez a mulher melancia ignore que a nossa PresidentA e seu partido já tiveram um enorme prazo para mostrarem a que vieram!  Vieram para transformar nosso país em uma baderna generalizada.
 
"O impeachment seria uma punição ao PT, sem dúvida."
 
 
 
Quanto ao surgimento de novos 'lindermbergs' às custas - DE NOVO? -  da indignação popular, veremos mais tarde.   Tomara que esse mesmo povo que pretende se unir hoje esteja de olho nos futuros 'surgimentos' que sua ingenuidade pode provocar.  Isso, sim, será um  tremendo caos!