Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 30 de março de 2015

"Ele" também está de ''bagus plenus' ?

 
 
O ex-presidente  da república, petista, afirmou que não aguenta mais ver o PT envolvido em deníuncias de corrupção, como se o fato de ele ficar ou não de saco cheio, como disse na sua repetitiva oratória  pudesse mudar alguma coisa, ou transformar gente do nível dele em pessoas decentes.  
 
Aproveitou para pedir à  militância para "não abaixar a cabeça" diante das acusações de que o partido está mais envolvido que todos os outros no caso escabroso da Petrobrás, como se  tudo não passasse de uma mentirinha de criança.
 
  

 "Todo o ano é a mesma coisa.
É sempre o mesmo cenário: eles começam a levantar as denúncias,
que não precisam ser provadas.
É só insinuar que a imprensa já dá destaque.
Eu quero dizer para vocês que eu já estou de saco cheio.
"Daqui a pouco eles estarão investigando como nós nos portávamos dentro do ventre da nossa mãe".
 
completou ele, bem de acordo com os comentários que costuma fazer e que não estariam de acordo com quem já ocupou e pretende voltar a ocupar o 'trono' presidencial .  
 
 
 
O ex-presidente não deixou a oportunidade de falar contra a imprensa, como se não devesse a ela a divulgação de seu nome quando ainda era um simples metalúrgico e muitos nem o conhecessem.
 
Como é um hábito petista, na ocasião  o ex-presidente olhou para trás, mas muito lá atrás, e viu um fantasma do passado: o governo de Fernando Henrique que, segundo ele apenas governou para a elite.   Não se sabe  exatamente o que ele  considera 'elite', pois ele sempre gostou de se  considerar como elite (aliás, seu filho também).  Para completar, falou sobre supostos preconceitos que, se existissem, de fato, eu não teria votado nele na primeira vez.  Mas foi só na primeira vez, porque o memo erro duas vezes seria burrice demais! 
 
Até agora não entendemos direito porque esse sujeito continua a falar do governo de FHC, depois que seu partido está no poder há mais de 12 anos!
 
Ao invés de fazer de contas que seu partido é tão  confiável como foi apresentado, ele deveria perguntar aos outros ratos porque insistem em abandonar o barco petista.