Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

O INFORMANTE


O presidente antecessor de Dilma e de toda essa 'parafernália' que está aí  foi intimado pela Polícia Federal a depor na investigação de suborno que envolve seu filho Luís Cláudio. Dizem que ele  não estaria sob investigação, embora seja interrogado nesta quinta-feira (dia 17 de dezembro de 2015) sobre a suspeita da polícia de que um pagamento de 2,5 milhões de reais para uma empresa de seu filho Luís Cláudio poderia ter sido suborno para influenciar a aprovação de legislação favorecendo empresas do setor automotivo.
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
O antecessor de Dilma foi INTIMADO a depor, pela Polícia Federal,  sobre o caso de suborno que envolve seu filho .  Nosso ex-presidente não estaria  sob investigação,   embora  tenha sido interrogado ontem e o faça de novo hoje. Existe  a suspeita  de que um pagamento de 2,5 milhões de reais para uma empresa de Luís Cláudio poderia ter sido suborno para influenciar a aprovação de legislação favorecendo empresas do setor automotivo.


Escondido, ele teria prestado depoimento à PF, na parte da manhã de ontem (16), no prédio da Procuradoria Geral de Justiça Militar, em Brasília.  E vai repetir suas 'informações' no dia de hoje.

 
 
Segundo informações dos empregados do prédio,
o ex-presidente esteve no local entre as 10h e 12h.
Ele teria sido ouvido como “informante” sobre esquema de corrupção na Petrobrás,
 porém, sua defesa não confirmou oficialmente o teor do depoimento.
 BARBA, O INFORMANTE!