Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 28 de dezembro de 2014

Espelho, espelho meu...




 
Ontem saiu no jornal uma reportagem de Raphael Kapa (rapael.kapa@oglobo.com.br ) sob o título A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE UM PRESIDENTE.   Alguns trechos e fotos estão abaixo. 
 
Vaidade ou/e método esquerdista.
 
 
 
Trechos da reportagem:
 
"... tentar se mostrar próximo  à população..."
 
"Os discurso de  Vargas sempre começavam com 'TRABALHADORES DO BRASIL'.  Era uma forma clara de demonstrar que o presidente estava falando diretamente com as pessoas."
 
"... brasileiros  a acreditar que o Estado, provedor, ..." .
 
"O cidadão ficou com uma ideia de que não precisa lutar, já que o Estado irá conceder todas as benesses.  As pessoas não imaginavam (nem imaginam até hoje) que isso fazia parte de um projeto de poder.     
 
"O DIP tinha como função produzir uma imagem do regime e controlar as informações relacionadas a ele.  ... o departamento fez do ditador um líder carismático."
 
"O rádio ganhou um programa obrigatório que valorizava os feitos nacionais (fascitas) a HORA DO BRASIL, transmitido até hoje.
 
 "... era necessário que o mesmo acontecesse na produção de notícias."
 
 
"... censura aos meio de comunicação. Não bastava produzir um discurso, era necessário extinguer opositores.
 
 
 
 
 
 
 
 NOS GOVERNOS DITADORIAS,
A VAGAGUNDAGEM MERECE UM PRÉMIO,
PRINCIPALMENTE SE A VAGABUNDAGEM FOR MENTAL.