Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mentira tem pernas curtas

 
 RECEBIDO POR EMAIL

rECEBIDO POR

Sem citar nomes, o ex-presidente L... I..... L.... da Silva fez neste sábado duras críticas à atuação de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão. Ele disse que, se um ministro de suprema corte quer falar o que pensa na imprensa, que entre para um partido e “mostre a cara”.
 
L---- disse:
Quando você indica alguém, você est dando um emprego vitalício. O cidadão, se quer fazer política, que diga ‘eu não aceito, não quero ser ministro, eu quero ser deputado’.
 
De fato, sabemos que esta deveria ter sido a resposta de dois ou três ministros indicados, que mais parecem petistas infiltrados no STF. Claro que o alvo que L---- tenta atingir é outro, mas sua fala cai como uma luva nesses casos.
 
O STF tem ministros que sequer possuem o “notório saber jurídico”, e que eram “unha e carne” com o PT antes, chegando a advogar para a turma do alto escalão. São políticos fazendo política dentro do STF, o que é um absurdo!
 
Mas a incoerência jamais foi impeditivo para petistas como o L---, com tremenda cara de pau. Seu alvo é justamente o ministro que, mesmo tendo sido eleitor do PT, ousou colocar a independência acima da antiga preferência partidária. Que falta faz um espelho!
 
L---, não satisfeito, ainda tomou o partido dos mensaleiros condenados e presos, cuspindo em cima do STF, cujos ministros foram escolhidos pelo próprio PT.
 
Disse:
 
Esse partido é um partido que está sofrendo.
Tem uma perseguição contra ele. 
Nós temos companheiros presos e
somos solidários a esses companheiros.
 
 
Que não reste dúvida: L--- endossa o mensalão abertamente, acusando o STF de ter feito “perseguição política”. L---  chama criminosos presos, como Delúbio Soares e Zé Dirceu, de “companheiros injustiçados”, e diz ser solidário a eles (será solidário a Marcos Valério também, outro pobre perseguido?).
 
É um escárnio! O ex-presidente sai da toca para ridicularizar a República e enaltecer bandidos. E ainda tem gente que considera L--- um herói, o que demonstra o baixo nível dessas pessoas… 
 
Todo partido tem corruptos. O PT é o único que não apenas os mantém no quadro partidário mesmo após  a condenação, como sai em sua defesa oficialmente. O PT não tem simpatizantes; tem cúmplices!
 

 Além de ser um partido que  mantém em seus quadros  ladrões indecentes, ele foi se aproximando como se viesse para sanar tudo o que fosse de ruim que estivesse à sua disposição.  No final, ficou com tudo o que havia de ruim para ele em dose dupla.
 

clip_image002