Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sábado, 7 de março de 2015

Manipulação de um indivíduo

 
Recebido por email
 
O Clube Secreto dos Poderosos - Cristina Martin Jimenez  


Desde há muito que homens influentes, organizados em confrarias místicas, que se presumem mais iluminados que o comum dos mortais, se acham no direito de conceber e dirigir o destino da Humanidade, sem autorização desta... Um dos nomes mais sonantes desse tipo de associação, que salta de imediato à vista de qualquer cidadão medianamente conhecedor da História dos últimos 250 anos, é a Maçonaria. Mas existem outras designações, sob as quais tal grupo grupo dissimula a sua actividade conspirativa, que se tem traduzido numa sequência interminável de crises, fomes, pandemias, revoluções, guerras e genocídios. O último plano concebido por essa gente, que a considero sem alma, e que ainda não se esgotou, é sem dúvida a Crise Financeira detonada em 2007, que tem servido para despojar as soberanias nacionais e transferir a riqueza das nações para os Oligarcas Internacionais. O Clube Bilderberg é um deles e talvez o mais abrangente em temas abordados e planeados. Um dos seus fundadores, em 1954, foi o príncipe Bernardo da Holanda, homem ligado à indústria química alemã, a I. G. Farben Bilder, a tal que produziu o gás zyklon B,
e conviva do "círculo de amigos" do nazi Heinrich Himmler, tendo sido oficial no Corpo de Cavaleiros das SS. Era pois um apoiante da ideologia Nacional-Socialista de Adolfo Hitler. Boa praça... Mas existem outras figuras de proa neste selectivo clube, nomeadamente o magnata David Rockefeller, co-fundador e membro de outras confrarias como a Trilateral,  Henry Kissinger, ex-secretário de várias Administrações da casa Branca, o tal que, em relatório de 1974 à Casa Branca, considerava que o aumento da população mundial constituía uma ameaça aos interesses dos USA e que, aquando da nomeação de Durão Barroso para a Presidência da Comissão Europeia, declarou: "Este é o nosso homem na União Europeia."; o príncipe Filipe da Bélgica; a rainha Beatriz da Holanda; Paul Wolfowitz, conselheiro do Presidente George W. Bush e estratega da Guerra ao Iraque, outra belíssima peça; George de Soros, um multi-milionário especulador financeiro de origem húngara que apoia financeiramente ONGs que promovem a globalização, a eutanásia, o aborto, o feminismo, o casamento gay; tudo isto, claro, por boas causas como a liberdade, a Democracia e pela pobre Humanidade... Mas há também alguns "tugas" metidos nisto... O primeiro convidado foi o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros de Salazar, Franco Nogueira e o último até ao momento, foi o socialista António Costa, passando pelo actual presidente da República, Cavaco Silva e pelo ex-primeiro-ministro José Sócrates, às voltas com a justiça... O grande proponente dos convidados portugueses junto dos amos internacionais é o "grande jornalista e editor" Pinto Balsemão. 

No link abaixo, poderão ver na entrevista com a jornalista espanhola Cristina Martin Jimenez, autora do livro em título, mais informações sobre este clube elitista que prepara ideologicamente, entre paredes, os seus homens de mão que, tal guarda avançada, criam as condições políticas e económicas nos países de origem para o estabelecimento do Governo Mundial, com um único Banco Central, uma única moeda, uma única Religião e mais não verei, porque espero nessa altura estar na eternidade...
 
 
Muito interessante o artigo acima.  Porém, não são apenas  grupos que procuram manipular as pessoas.  Elas são manipuladas, sem sentir e sem saber,  por diversas outras formas.  Uma delas seria a moda e o modismo que acaba virando um vício.  Além  dos telefones celulares, há a nova forma de manter suas unhas, cabelos, roupas iguais a de outros.  As diversas religiões também e quaisquer coisas que se tornam em evidência e levam as pessoas a atuarem todas de uma mesma forma.
 
Aliás, você  sabia que uma das Igrejas muito frequentadas está formando seu Exército? 
 
 
 
 
 
 
Não permita que o encaminhem. 
Crie sua própria moda e mesmo suas próprias leis,
desde que não prejudique terceiros. 
 
 
Um exemplo seria aquela lei que exigia que as pessoas tivessem, dentro do carro, um kit-socorro (ou algo parecido).   Depois que todos se sentiram devidamente acuados e obrigados a COMPRAR o que eles queriam,  a tal lei foi deixada prá lá.  
 
Já notaram que se tornou obrigatório não fumar em lugar algum?  Vamos esquecer  que o cigarro pode fazer mal, mas pior ainda é sermos mandados pelos legisladores que estão nem aí para as pessoas, do contrário o SUS seria  ao menos aceitável.  E aquelas placas colocadas nas estradas que indicam que você não deve correr,  provocando situações gravíssimas?  E a Lei que não permite que se dirija sem beber,  que, ao invés de fazer  uma devida campanha, tem a intenção de arrancar dinheiro do seu bolso? 
 
PERGUNTAS  a serem respondidas aos seus próprios botões:  Antes de pegar seu carro quando foi que você procurou, no celular, em quais locais haveria uma blitz, para fugir dela?  Alguma vez você já deu 'algum' para o guarda que o espreitava, comprovando que você também seria um corruptor?