Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Levy pra que te quero...

 
 
Hello! Hello! Hello! o dinheiro acabou,
disse levy
 
 
 
Joaquim Levy foi chamado para "apagar o incêndio" que os petistas e seus apaniguados fizeram na economia do país.
 
Além da dificuldade das contas que encontrou foi obrigado a enfrentar os ineptos parlamentares que ao invés de ajudá-lo cortando suas despesas,  ainda resolveram puxar seu tapete. O pobre ministro ainda foi apontado como o vilão da história, pois não teve outro jeito senão inventar impostos a serem pagos  pelo povo.
 
Quando  parlamentares escutavam nosso ministro da Economia dizer que o dinheiro do Brasil acabou,  provavelmente pensavam que o dinheiro tinha acabado apenas para o povo, mas não para eles, porque nunca pararam suas estúpidas gastanças ao ver que tinham quem ainda pagasse as contas - DIVERSAS -  para eles.
 
Além de ter que descascar um tremendo abacaxi, Levy vem enfrentando não só um Congresso incapaz de ajudar mesmo num tempo de crise, mas também uma sociedade insatisfeita com o excesso de tributos e impostos, uma inflação que não para de crescer e de fazer seu salário ficar cada vez mais desvalorizado. Como pagar pela vigarice alheia nunca foi agradável para ninguém, e não é possível aprovar um bolso vazio, é compreensível que o brasileiro fique descontente.
 
Como em Brasília não existe  crise alguma e isso acontece apenas no restante do país, porque não tiram Levy da sua função?