Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 16 de julho de 2015

PT e PMBD

 
 
 
A aliança do PMDB com PT 'já acabou' , disse Eduardo Cunha,
 se que é que entre políticos exista alguma aliança em casos de crise.


O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a falar sobre a relação de seu partido com o PT, dizendo que a aliança "já acabou".
 
Ele afirmou que o PMDB ainda está na base de governo da presidente Dilma Rousseff, pois tem "responsabilidade com a governabilidade", mas comparou a relação a um casamento em que o casal "dorme em quartos separados".
 
"A chance de o PMDB se aliar ao PT em 2018 se não é 0%, é 0,001%. A aliança com o PT já acabou praticamente. É aquela história de casamento em que já estão dormindo em quartos separados faz tempo", afirmou.
 
Em entrevista ao jornal O Estado de SP em junho, o peemedebista já havia antecipado que o PMDB "dificilmente repetirá" a aliança com o PT e avaliou que o modelo estava esgotado.
 
No período da manhã, em evento para anunciar investimento nas redes sociais, dirigentes do PMDB defenderam o lançamento de candidatura própria para as eleições presidenciais de 2018. Além de Cunha, estavam presentes no evento o vice-presidente da República, Michel Temer, os presidentes do Senado, Renan Calheiros (AL), o ex-presidente da República José Sarney (AP), além de deputados e senadores. Com informações do Estadão Conteúdo.
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
  • Quando existe uma verdadeira 'aliança' ou uma relação 'entre iguais' um apoia o outro, principalmente na época de uma crise, principalmente se for crise financeira.
 
  • O PMDB, como os outros partidos, não tem  "responsabilidade com a governabilidade".  A única responsabilidade existente nos partidos é consigo mesmos e com o dinheiro que "arrecadam".  No máximo eles podem ter alguma responsabilidade com quem lhes dá vantagens.  Mas só enquanto as vantagens estão ali para serem usufruídas,  pois depois ... o PT que o diga.
 
  • Resta saber, até porque nem mesmo o PMDBosta sabe, quem será seu candidato à Presidência da República em 2018.  Qual será o nome que dará mais changes de o PMDB abocanhar ao osso?