Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 19 de julho de 2015

Parlamentares querem MILAGRE

 
Renan apoia Cunha e ataca ajuste de Levy: é cachorro correndo atrás do rabo
 
 
"Está no ar na TV Senado e na internet um depoimento de 16 minutos e 57 segundos do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), no qual ele ataca de maneira bem pesada o ajuste fiscal (“insuficiente e “tacanho”) do ministro da Fazenda, Joaquim Levy ..."
 
 
 
Fernando Rpdrigues, em seu artigo tem toda razão ao dizer que Renan é como um cachorro correndo atrás do rabo.  Mas outros já fizeram a mesma coisa:  vivem correndo atrás do rabo, ao irem contra as providências que Joaquim Levy está tomando para acertar as contas do país, E SEM MELINDRÁ-LOS, ou seja, sem exigir que eles paguem pelas merdas que fizeram ao jogar nosso país no fundo do poço.
 
 
Parece  que  eles vivem  num outro planeta e não sabem o que está acontecendo, por culpa deles mesmos, por causa da falta de responsabilidade que tem essa  gentalha. E ainda querem ''pular no pescoço'  de quem veio para consertar o estrago que foi feito.   Ou será que pensam que o ministro Joaquim Levy chegou para fizer milagres?
 
 
Em um artigo da resvista VEja, sob o nome "A paciência tem limite", é comentada a briga entre a presidentA Dilma e o Congresso  Federal .  Aparentemente, ao menos, Levy tem paciência até demais,  pois já deveria ter abandonado esse barco à deriva.  Aí, sim,  eles perceberiam tudo de errado que fizeram, com a ajuda presidencial. Caso não percebessem (ou não quisessem) bem que mereceriam uma nave que os levasse para outro planeta!   Seria um grande alívio !