Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Desconfiança



Não sei mais nada !  Uns dizem que  a manifestação pró o IMPEACHMENT da nossa PresidentA é às 9.30, enquanto outros convidam todos para se reunirem às 16.00.
 
Enquanto  uns afirmam que  o ex-presidente anda atormentado com a possibilidade de chegarem até ele, até porque parece que "já chegaram" à empresa Odebrebech, um reduto lulista, outros afirmam que os esquerdóides já estão planejando um acordo "entre amigos" para protegerem as empresas antes que falem 'o que não deveriam'


Alguns insistem na Intervenção Militar para nos salvar enquanto outros  acham que  o impeachament seria melhor. 
 
Será que os militares estariam dispostos a engolir esse abacaxi azedo que vão deixar, além dos cuspes que já tiveram que aguentar? 
 
Não se sabe mais onde haverá alguém infiltrado para se aproveitar de uma situação supostamente criada por eles mesmos.   Outra dúvida: quem comandará esse estrago feito  por tantos anos de PT-Partido da Trambicagem caso a Dilma Rousseff saia ?
 
 
 

A desconfiança chegou a tal ponto  que duvidamos de tudo e de todos.

 

Até nisso vivemos numa tremenda baderna! 
 
 
 
Quem deseja  se ver livre desse Partido de Trambiqueiros, juntamente com a presidência incompetente de uma Dilma Rousseff, deve ir para a rua, seja no endereço determinado ou mesmo só em frente à sua casa, com um cartaz dizendo FORA DILMA E FORA PT, uma forma de sermos bastante incisivos e explícitos.   
 
Chega de tanto vermelho!
O verde e amarelo nos espera.