Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O CORNO


 
"Vamos ter que passar dois anos comendo merda,
para depois tentar sair da crisse. 
 Mas nesse período tem que fazer política, e a Dilma não faz."
Palavrório de um ex-presidente da República
 
 
Depois da queda da substituta por ele indicada, o ex-presidente da República resolveu assumir que viria para salvar o partido e o país.  Se apresentou com todas as letras, o que já sabemos: que viria em 2018 para concorrer às próximas eleições presidenciais (caso a morte não o leve antes, porque não se vota em defunto, ao menos por enquanto).
 
A criatura que ele mesmo criou como sendo a melhor presidentA que já tivemos, e o povo otariamente acreditou, está desmoralizada com seu partido junto.  Espertamente, nosso ex-presidente correu para fazer o que sempre desejou e lançou sua candidatura à Presidência, mal tendo Dilma recomeçado seu novo mandato.
 
Estando em campanha, o ex resolveu deixar de lado seu  problema de saúde e viajar pelo Brasil afora com a  Caravana da Cidadania embaixo do braço, já que não pode levar  Dilma Rousseff nem o Hospital Sírio Libanês.
 
Como é seu hábito, para afastar dele a contrariedade de uma sociedade insatisfeita com tantas mentiras e um bolso a cada dia mais vazio, nosso ex repetiu o que fez no caso do mensalão e se disse traído.   Ao ''eternamente corno'' seria bom avisar que nem  mesmo os mais ignorantes acreditarão que o escândalo da Petrobrás nunca existiu como ele disse no caso do mensalão.   
 
'Ao se referir ao escândalo da Petrobrás, no meio de tantos outros escândalos, o ex se disse traído outra vez, pois o partido que ele fundou, ao contrário dos adversários, não compactua com  a impunidade.  Os 'malufs' que o digam!
 
Para nosso ex-presidente, a pior praga do PT é que ele se tornou um partido como são todos os outros e deixou de ser um partido das bases para se transformar em um partido de gabinete.

 

Na época do mensalão, o ex-presidente prometeu que seu partido mudaria de atitude, o que ele nunca ajudou a fazer.  Ao contrário deixou de ser  um choraminguento traído para afirmar, a quem acreditasse em suas mentiras, que o mensalão nunca existiu.


Ser  'traído', 
quando lhe faltam outros argumentos,
faz parte do show do ex-presidente da Republica.
 
 
 
 SNIFF, SNIFF!