Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

COM O PEITO ESTUFADO

 
Recebido por email

 
 
HARRY TRUMAN foi um tipo diferente como presidente. 
 
Provavelmente tomou tantas ou mais decisões em relação à história dos EUA como as que tomaram juntos os 42 presidentes que o precederam.
 
Uma medida da sua grandeza talvez permaneça para sempre: trata-se do que ele fez DEPOIS de deixar a Casa Branca.A única propriedade que tinha quando faleceu era uma casa, onde morava, que se encontrava na localidade de Independence, Missouri. A sua esposa havia-a herdado de seus pais e, fora os anos em que moraram na Casa Branca, foi onde viveram durante toda a vida.Quando se retirou da vida oficial, em 1952, todas as suas receitas consistiam numa pensão do Exército de U$13.507 anuais.
 
Quando o Congresso soube que ele custeava seus próprios selos de correio, outorgou-lhe um complemento e, mais tarde, uma pensão retroativa de $ 25.000 anuais.

Depois da posse do presidente Eisenhower, Truman e sua esposa voltaram a seu lar no Missouri dirigindo seu próprio carro... sem nenhum acompanhamento do Serviço Secreto.Quando lhe ofereciam postos corporativos com grandes salários, rejeitava-os dizendo:  “Vocês não querem a mim, o que querem é a figura do Presidente, e essa não me pertence. Pertence ao povo norte-americano e não está a venda...”.

Ainda depois, quando em 6 de Maio de 1971 o Congresso estava se preparando para lhe outorgar a Medalha de Honra em seu 87° aniversário, recusou-se a aceitá-la, escrevendo-lhes: 
“Não considero que tenha feito nada para merecer esse reconhecimento, venha ele do Congresso ou de qualquer outra parte”.
 
Enquanto Presidente, pagou todos seus gastos de viagens e de comida com seu próprio dinheiro, quando não estava em função oficial.

Este homem singular escreveu:  
 
 
“As minhas vocações na vida sempre foram ser pianista numa casa de putas ou ser político.  E para falar a verdade, não existe grande diferença entre as duas!”

 
Vale a pena fazer um levantamento de quais são os países em que os políticos de um modo geral têm seus peitos mais estufados.  O político brasileiro pensa que todos devem favores a eles - embora eles é que devam mil favores a nós - e que são seres superiores a um simples mortal. Estão  numa condição privilegiada apenas porque têm tudo pago pelo nosso trabalho,  mas esquecem que seu principal papel é servir e não  ''serem servidos'', como até mesmo muitos cidadãos acreditam ser verdade, até porque fariam as mesmas coisas que esses pilantras fazem.



 Uma simples homenagem a Harry Truman
e ao blog inicial, chamado nuito apropriadamente de
puteiro-nacional


NB.: Não foi conferido se houve algum exagero no que foi dito sobre o ex-presidente americano.