Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 7 de maio de 2017

Refundação de sigla para superar Lava Jato



Saiu um artigo (risível) sobre a refundação de um partido por causa dos 'respingos' da Lava Jato.  Como se todos nós fôssemos burros.
 
No endereço a seguir




"O impacto da lava jato sobre os principais nomes do PSDB levou uma ala da cúpula tucana a planejar uma ‘refundação do partido, em movimento para recuperar sua imagem até a eleição de 2018 e fazer frente à ascensão de candidatos vinculados à anti política, como o deputado Jair Bolsonaro  PSC-RJ)."
 
Primeiro: a refundação ou renomeação de um partido para se livrar dos dejetos expostos pela Operação Lava Jato não seria ideia só do partido em questão, mas deve ter passado pela cabeça de todos os dirigentes dos partidos, depois de serem alvejados, como forma de se afastarem das acusações feitas. 
 
 
Segundo: Jair Bolsonaro não deveria estar vinculado à antipolítica, até porque ele mesmo está metido até o pescoço na vida política e imunda de nosso país.  Aliás ele mesmo já começou a formar seu clã,  tendo um filhote (Eduardo Nantes Bolsonaro)   como deputado federal/SP  no  mesmo partido que ele.
 
 
 
MUDEM SEUS NOMES E NADA MUDARÁ!
NEM TODOS SOMOS BURROS.