Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Antecessor de Dilma e Edir Macedo


Marco Elizio de Paiva

 
 
  

O PT não inventou a corrupção, ele apenas a banalizou em níveis justificáveis aos olhos da PLATEIA CATIVA. Esta plateia, hipnotizada pelo sonho da igualdade prometida por L---, se apega na esperança de ganhar sem trabalhar. Ganhar sem trabalhar sempre foi a bandeira usada pela esquerda para manter cativa a massa alienada.
 

 
 
   O petismo é a Igreja Universal da política, assim como a Universal é o petismo da religião. L--- e Edir Macedo são iguais até na falta absoluta de limites. A Terra Prometida por ambos são apenas discursos diante de uma massa de cativos. Os discursos da esperança petista e da esperança universal do Reino de Deus é uma invenção poderosa que consegue desculpar os crimes do presente dominado por eles e nos roubar o futuro que teríamos. Tudo o que eles prometem não existe e só faz bem a eles.
 
   As armas com que lutam L--- e Edir Macedo foram conquistadas a partir dos projetos de tomada do poder, nunca de projetos de políticas públicas. O objetivo do PT é o mesmo da Igreja Universal do Reino de Deus; Criar seguidores fieis que se sentem felizes com o poder de seus líderes.
 
   Os militares, para defenderem a manutenção do passado, deram um golpe com tanques. L---, para defender a escravização do presente, deu um golpe com urnas. Edir Macedo, para defender o futuro, deu um golpe com a Bíblia.
 
   Jamais serei grato a L--- ou a Edir Macedo por eles cobrarem tão caro por aquilo a que temos direito de graça.
 
   L--- é um gênio do DOMÍNIO das massas. Conseguiu até que a oposição seja sua base de apoio, embora o preço cobrado para isso seja altíssimo. L--- é um prestidigitador eficiente. Conseguiu transformar a política em um jogo sem regras definidas. Em sua política, qualquer conveniência passa a ser uma nova regra do jogo. Até a Igreja Católica passou a ser base de apoio do PT. A Igreja Católica agora dorme com o inimigo. Deixou de ser esposa de Cristo para ser concubina da esquerda.
 
   L--- conseguiu imitar a Igreja Católica em poder ideológico. A Igreja Católica é um enorme armário de celibatários sacerdotais, Brasília foi transformada em um enorme refúgio de malfeitores impunes. Tanto em uma, quanto em outra, a impunidade conta com a indulgência que só pensa na permanência do sistema e sua rede de benesses. Criminalizar um padre pedófilo é tão difícil quanto condenar um político corrupto.
 
Até os jornalistas mais oposicionistas já minimizam a corrupção com seus adjetivos simplistas. Propina corrupta ou roubo de dinheiro público virou “mensalão”. O mensalão é crime sofrível. É até bonitinho.  DA MESMA FORMA A ROUBALHEIRA QUE AFUNDOU A PETROBRÁS E CONSEQUENTEMENTE O PAÍS PASSOU A SE CHAMAR PETROLÃO.
 
   Petistas são como evangelizadores das novas seitas cristãs. Estão em todos os lugares e aparelham até apostila de ensino médio. Todas as instituições estão infestadas por seu trabalho fanático. Eles estão transformando o povo em laranjas. O povo é laranja do PT. Quanto mais pobre mais suco rende.
 
   O delírio do PT é controlar o povo. O delírio de L--- é controlar pessoas.
   Eu não acredito no povo. O "povo" é uma ideologia totalitária petista. Eu acredito em pessoas que não se deixam dominar impunemente.
   Devemos ter muito medo do futuro. Foi com as elites intelectuais rendidas a um partido interessado apenas em projetos de poder como este que o nazi-fascismo triunfou na Europa. Hitler, Mussolini, Stalin...
   Qualquer semelhança não é mera coincidência!
 
 
 Marco Elizio de Paiva -   Mestre em História da Arte pela "University of Texas", ex-diretor da Escola de Belas Artes da UFMG e atual coordenador do curso de pós-graduação em História da Arte da PUC-Minas. 
 
 
*****
 
 
Caso você tenha tatuado em algum lugar do corpo o nome de um amor que já se escafedeu, basta 'adotar ' um cachorrinho abandonado e colocar nele o nome do seu ex-amado.
PRONTO! A EXPLICAÇÁO ESTÁ DADA