Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O prejuízo das estatais - Sylo Costa




  Eu nunca fui pessimista, também não sou um otimista de plantão. Como já disse aqui, sou mesmo é um desconfiado, pois aprendi com a vida que laranja na beira da estrada está podre, bichada ou tem marimbondo no pé... Sou do Vale do Jequitinhonha, e sertanejo do Vale é diferente do sertanejo de Euclides, que, antes de tudo, é um forte. Nós somos, antes de tudo, realistas, prevenidos contra as intempéries da vida. O sertanejo nordestino não tem chance nem tempo para se prevenir: a sede pela vida não dá tempo. Já o sertanejo do Vale não acredita em milagre de gente viva...
 
 De uns tempos para cá, apareceu um ditado, que é fruto do modus operandi dos governos petistas, segundo os quais "não existe almoço grátis". E não existe mesmo. Hoje, não se faz nada, nem mesmo a obrigação, que não seja por uma recompensa. Recompensa material, dinheiro vivo e, quando fica barato, o voto do freguês e da sua família.Daí o descompromisso daqueles que ocupam cargos importantes no governo: é que, em algum momento, andaram oferecendo almoço que tinha parecença de gratuidade, e isso não existe nos tempos atuais. Daí também o absurdo de colocar pessoas erradas em lugares certos e vice-versa. Tem cabimento colocar um ficha suja-para presidir o Congresso Nacional ou um Gabrielli para presidir a maior empresa do Brasil, que era a Petrobras? Esse cara quebrou a Petrobras. Aliás, desde que a Petrobras tomou emprestados da Caixa Econômica R$ 2 bilhões para resolver um problema de caixa, deu para perceber que alguma coisa estava errada na empresa. Agora, sabemos que tudo ali estava errado. A Petrobras deu o maior prejuízo a seus acionistas, mentiu o tempo todo, dizendo-se capaz de garantir o abastecimento do país. E o atual governo tem mais é que engolir, calado, o fracasso. Se nós fossemos um país sério, esse Gabrielli estaria preso, mas como é do PT e  'guerrilheiro'... Na época, dona Dilma era presidente do Conselho de Administração, com vencimentos de R$ 76 mil por mês, juntamente com o senhor Mantega, ainda Ministro da Fazenda. Dona Dilma era também ministra-chefe da Casa Civil e tinha a Petrobras apenas como uma boquinha, assim como todos os membros do Conselho, Mantega inclusive. Agora, aparece também o resultado da política intervencionista da presidente na Eletrobrás. As novas regras do setor elétrico implantadas no ano passado pelo governo Dilma levaram a Eletrobrás a registrar, em 2012, um prejuízo de R$6,8 bilhões, o maior desde que a companhia foi criada em 1950

  Somando o prejuízo das duas, Eletrobrás e Petrobras, teremos o retrato da incompetência desses governos. Bem, o estádio do Engenhão, no Rio, construído para os jogos pan-americanos de 2007, orçado inicialmente em R$ 70 mi, ao final custou R$ 360 mi. Agora está interditado pela ameaça de despencar. Isso não é nada, por enquanto. Esperem o "despencamento" depois da Copa...

 *****

O despencamento nacional já aconteceu na própria Copa, quando perdemos o último jogo por 7 a 1 ! Já havia sido dada a largada para o fracasso.  
Já que  jogo é jogo (e esporte é esporte), FOI DADA A LARGADA.  Como a Eletrobrás já ganhou alguns 'trocadidnhos' de um governo que não tem dinheiro nem mesmo para manter seus hospitais... pode ser que ela ainda alcance os outros corredores.  O que duvido que ocorra! Não nesse governo de  'calça de veludo e bunda de fora'.
 

CANALHAS SEMPRE SERÃO CANALHAS
E INCOMPETENTES JAMAIS SERÃO COMPETENTES.