Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 9 de maio de 2016

MILAGRE FEITO PELA TOCHA OLÍMPICA!


 
Cadeirante cai durante a troca da tocha olímpica e ele quase anda
 
I M P E R D Í V E L
 

O Brasil usou falso cadeirante pra carregar a tocha olímpica?

No dia 04 de maio de 2016, a tocha olímpica chegou até Anápolis (GO) e, dos 11 quilômetros percorridos, o que mais chamou atenção foi a queda de um atleta em uma cadeira de rodas. O jovem João Paulo Nascimento, ao tentar se equilibrar em apenas uma das rodas da cadeira, acabou ficando com o pé ficou preso, caindo antes de passar a tocha para o próximo participante! Ele precisou de ajuda do pessoal da organização do evento para se levantar novamente e ser colocado de volta na cadeira.

Acontece que João Paulo não é paraplégico, mas em nenhum lugar foi dito que ele tem esse problema! Além disso, o rapaz também deixa isso bem claro em todas as entrevista que dá e nas fotografias suas que ele mesmo posta em suas redes sociais!

 
É verdade que o Comitê Olímpico Brasileiro usou um falso cadeirante para carregar a tocha olímpica e que a farsa foi descoberta quando ele caiu?

O vídeo apareceu na web no dia 04 de maio de 2016 e rapidamente se espalhou através das redes sociais. Nele podemos ver um atleta paraolímpico carregando a tocha olímpica em uma cadeira de rodas quando, no meio do percurso, o cadeirante cai na rua, se levantando rapidamente para voltar para a sua cadeira!

O incidente gerou inúmeras críticas e comentários a respeito da possível farsa – que teria sido orquestrada pelo Comitê Olímpico Brasileiro – ao usar um falso paraplégico para carregar a tocha olímpica!

Mas será que o rapaz não é cadeirante mesmo? Será que isso tudo é uma farsa?


Conclusão

O atleta que caiu da cadeira de rodas ao carregar a tocha olímpica não é paraplégico, mas isso nunca foi dito em nenhum momento e, portanto, não se classifica como “farsa” por parte do Comitê Olímpico. Na verdade, o rapaz precisa da cadeira de rodas para jogar no time paraolímpico de basquete! Ele possui um certo comprometimento físico-motor, mas consegue ficar de pé! Muitas pessoas acreditam que todo mundo que usa cadeira de rodas possui o mesmo tipo de deficiência, mas cada caso é um caso!
*Com a colaboração de Riomar Bruno!