Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Só no Brasil temos um Maranhão !

 
1 - Presidente interino da Câmara anula e remarca votação do impeachment - Sai o ladravaz Cunha e entra o burravaz Maranhão, que ainda não percebeu que a PresidentA Dilma não pode governar sem apoio político e sem o apoio das grandes indústrias e lojas que estão fechando suas portas.  Dilma também não poderá governar mandando tanta gente embora de seu emprego.  Da mesma forma ela não poderá governar mais pois já levou muitos  brasileiros à insatisfação . 
"O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu anular as três sessões em que a Casa votou e decidiu pelo prosseguimento do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele determinou que uma nova votação aconteça no prazo de cinco sessões "contadas da data em que o processo for devolvido pelo Senado à Câmara". Não há uma data definida para isso acontecer. http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/05/09/presidente-interino-da-camara-remarca-votacao-do-impeachment.htm
 
 
2 - 'Ganhamos tempo para nos reorganizar', diz Lula sobre decisão de anular impeachment
"O ex-presidente L. I. L. da S. comemorou nesta segunda-feira (9) a decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), de anular a tramitação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Casa.
"Ganhamos tempo para nos reorganizar", disse Lula, que chegará ainda nesta segunda a Brasília. "O que aconteceu é uma demonstração de que o processo presidido por Eduardo Cunha foi viciado", emendou ele, numa referência ao presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/05/09/ganhamos-tempo-para-nos-reorganizar-diz-lula-sobre-decisao-de-maranhao.ht
Foi viciada a inflação galopante que estamos vendo, dos  Supermercados com os preços cada vez mais altos, os empregos sempre mais  raros,  do nosso bolso furado e sem dinheiro. Também foi viciado o enorme buraco em que o Partido da Trapaça nos enfiou.

 
3 - Palácio do Planalto havia sido ocupado de forma planejada, com antecedência.  Mas a saída dos militantes petistas foi feita com civilidade, embora isso não seja muito natural


Linha sucessória da Presidência da República

Com o afastamento, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) em seguimento, a linha sucessória da Presidência pode ser alterada, pois o presidente interino da câmara, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), não entra na linha sucessória, de acordo com a Mesa Diretora da Câmara.

Sucessão na PRESIDÊNCIA DA CÂMARA dos Deputados - Existem duas vertentes sobre a sucessão de Eduardo Cunha, na Presidência da Câmara Federal.

  • A primeira diz que apenas a retirada definitiva do mandato e também do cargo de presidente da Câmara é feita pela própria Câmara. Então, Waldir Maranhão permanece no cargo até que o afastamento definitivo do deputado seja feito pelo Conselho de Ética, enquanto que a decisão do Supremo é temporária. Além disto, o cargo não se encontra vago, impossibilitando assim, novas eleições.
  • A segunda diz que apesar de não ser definitiva a decisão, já representa o afastamento definitivo da presidência; essa vertente entende que a decisão deixa claro que ele nunca assumirá a presidência do país por ser investigado pelo STF, estando impedido de permanecer na presidência da Câmara. Se esta última interpretação vencer, o presidente interino terá que convocar novas eleições para presidência em até cinco sessões legislativas
 

SE GRITAR PEGA LADRÃO
NÃO FICA UM MEU IRMÃO
 
Sobre o deputado Waldir Maranhão, filiado ao PP-MA :  
 
- Waldir teve rejeitada prestação de contas pelo TRE-MA referente às eleições de 2010 para deputado federal por recebimento de recurso de fonte não identificada;
 
- Waldir Maranhão votou contra a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff;
 
- Nas eleições de 2010, teve de explicar um MILAGRE DE MULTIPLICAÇÃO DE DINHEIRO: DOOU PARA SI MESMO um valor 33 vezes maior que aquele que declarara. A prestação de contas de Maranhão registra doações de R$ 557,5 mil, em espécie, para si mesmo, o equivalente a 72% do total da declaração de bens (R$ 776,5 mil). Na ocasião, ele havia declarado dispor de R$ 16,5 mil em espécie — não havendo menção a conta corrente ou aplicação financeira.
 
 - O TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão exonerou, em ato assinado nesta segunda-feira (9) pelo presidente da Corte, o conselheiro João Jorge Pavão, o servidor Thiago Augusto Azevedo Maranhão. Ele é filho do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), e segundo a coluna Painel, da "Folha de S.Paulo", recebia salário sem trabalhar. 

- Operação Lava Jato: Waldir Maranhão é investigado pelo Supremo por lavagem de dinheiro e recebimento de propina - repasses mensais entre R$ 30mil e R$ 150 mil - do doleiro Alberto Youssef, por participação na quadrilha que desviou recursos e fraudou contratos da Petrobras com empreiteiras investigadas na Lava Jato.