Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

MEDOS

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/01/1851488-nao-podemos-esperar-2018-defende-lula-sobre-antecipacao-de-eleicao.shtml






O ex-presidente petista, antecessor de Dilma Rousseff disse ser necessária a antecipação das eleições presidenciais de 2018.


"Não podemos esperar 2018. Precisamos saber se temos forças para antecipar.  A gente pode suportar. Mas o brasileiro não aguenta esperar", disse o mentiroso verborrágico.


“Engano” dele. 
O povo não pode suportar 
é esse buraco sem fundo 
em que o partido dele
 nos enfiou  
(ele, principalmente). 

Nos enfiou e enfiou o país inteiro!


Discursando para poucas pessoas, o ex-presidente não mostrou para sua plateia o desespero que todos sabemos que o está atacando. Eleitores do ex-presidente são adeptos do errado “quando pior para eles, melhor para nós,  como se não fosse a sempre atacada “ZELITE”  que sustenta o povão, e ele também. Todos eles foram "direcionados" pelo ex-presidente, que vive mais nababescamente do que a ZELITE que não se cansa de atacar, querendo se mostrar o 'pai do povo'.


Medos que sabemos atormentar o ex-presidente:  medo de morrer, medo de ser preso, medo de ser esquecido.  Antes que cheguem as eleições de 2018.


Diz o artigo do UOL  que o ex-presidente lidera as pesquisas eleitorais, embora isso aconteça apenas no primeiro turno, pois tudo indica que perderia num segundo turno.   Vencer as eleições nem seria algo inesperado, se levarmos em conta quem é o tipo de gente (tirando os que se consideram “intectuais”*)



Porém, em sua verborragia, ele RECONHECEU:  
"A esperança que construímos no país virou uma certa desesperança".  
Ao menos dessa vez ele não mentiu!


Em um trecho do artigo do UOL, pudemos ler que "Durante discursos, a plateia exibia cartazes criticando a possibilidade de acordo com partidos da base governista para a eleição no Congresso gritava "Fora Temer" e "Maia não".



Basta só isso para ver qual o tipo de plateia que ouviu o discurso do ex-presidente verborrágico.  O PT se fartou com acordos e conchavos com partidos chamados DA BASE GOVERNISTA.  Além disso,  Temer está no governo atual porque era vice-presidente da afastada da presidência da república Dilma Rousseff e foi por "eles" escolhido. Na época ninguém reclamou!   E o que significa para essa gente esse FORA TEMER?   Se foi o próprio PT que o colocou onde está!