Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

RENUNCIA DE QUEM NÃO FEZ NADA.


Indicados por Dilma para 
ÓRGÃO LIGADO A PRESÍDIOS
RENUNCIAM
Com críticas ao governo, cúpula de conselho de política penitenciária renuncia. 




Presidente e outros seis integrantes do órgão deixaram seus cargos



Presidente do Conselho Nacional de Política CRIMINAL E PENITENCIÁRIA do Ministério da Justiça com mais seis apaniguados entregaram uma carta de renúncia, com críticas ao governo atual.



Grata, pois há muito tempo não fizeram 'nadica de nada', enquanto os presidiários só mostraram seu poder.  

Não farão falta alguma, muito pelo contrário, pois a única coisa que sabem fazer é açambarcar um farto salário... imerecidamente.





"Conselho desaparelhado" - MERVAL PEREIRA
"O pedido de demissão coletiva de sete membros do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça é a demonstração clara de como a política petista aparelhou os órgãos de Estado brasileiro, desfigurando-os para que se adaptassem às políticas partidárias do PT e aliados.

Num momento de crise aguda, que eles sabem que não aconteceu por acaso, mas é fruto de um descaso acentuado de governos anteriores que não foram corrigidos nos governos petistas, mas sim aprofundados, esses “conselheiros” se recusam a aceitar orientações do novo titular do Ministério da Justiça, como se políticas mais adequadas tivessem sido adotadas nos últimos 13 anos  ...."