Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

O verdadeiro culpado.

DISCUSSÃO ENTRE LULA E MARISA EM RAZÃO DE LULINHA TERIA SIDO O ESTOPIM DO AVC
E DA MORTE DA "GALEGA".


O maior temor de L--- e de seus advogados era ver Marisa Letícia e Lulinha prestando depoimento na Lava Jato. O risco de um tropeço de ambos nos depoimentos era grande e poderia colocar todas as teses e argumentos defendidos pelos advogados de L--- na lata do lixo. L---e seus advogados lutaram com todas as armas para evitar que Marisa ou Lulinha fossem prestar depoimentos, mas sabiam que uma hora ou outra, isso seria inevitável.


Não era segredo que a relação de L--- com Marisa não era das melhores e já vinha se deteriorando em razão da Lava Jato. L--- e principalmente Marisa, sentiam os efeitos das investigações que ameaçavam L---, Lulinha e a própria Marisa, de passarem alguns anos na cadeia. Noites de tensão e nervosismo não evitaram discussões entre o casal. Marisa temia pela prisão do filho, envolvido por L--- em diversos crimes de corrupção e estelionato. Marisa seguia um calvário ao lado de um homem que por duas vezes a tinha traído com outras mulheres. O desconforto era grande e porque não dizer, humilhante. Marisa levava uma vida sedentária, fumava em excesso, sofria de pressão alta e diabetes e já não era mais a mesma pessoas falante de antes. Depois que a Lava Jato desvendou os golpes e as maracutaias de L---, a vida mudou de rumo.


As discussões entre o casal eram homéricas. O bate bocas em altos brados, com direito a quebra quebra, mexiam com a tranquilidade dos vizinhos. A tensão era grande e em crescente quadro geométrico. Segundo vizinhos, uma violenta briga entre L--- e Marisa explodiu semanas atras, tendo como pano de fundo, um assunto que há muito colocava casal em pé de guerra. Os filhos...Todos eles envolvidos em falcatruas e usados como laranjas nos esquemas de L--- para amealhar dinheiro da corrupção. Envolvida na Lava Jato, juntos com os filhos, Marisa teria ameaçado Lula de abrir a boca e contar tudo o que sabia.


A noticia que os dois filhos seriam presos foi o estopim que levou Marisa a passar mal e ser levada para O Sírio Libanês. O Centro do Conflito; teria sido Fábio Luis. Clinicamente diagnosticado com evidente limitação, idade mental aquém da cronológica, incapaz de gerir os mais elementares dos problemas da rotina do dia, vendido como Empresário bem sucedido e dono de fortuna considerável, Fábio era um homem Indefeso, que se caísse nas mãos de Investigadores, seria destroçado. Comprovada a incapacidade do filho, Lula teria muito a explicar na Polícia Federal. Blindado, e sempre longe de holofotes, protegido de todas as formas por Lula, Fábio Luis se tornou o "Calcanhar Daquilo", que o "mais honesto" tenta esconder do país.


O agravante no descontrole de Marisa, segundo consta, foi nome dado à Operação, associado ao único emprego de Lulinha em Zoológico. Ao se dirigir ao marido, Marisa Letícia repetia aos berros: Satisfeito agora desgraçado? A trágica discussão de Marisa com Lula obrigaram presença em domicílio de atendimento médico. Marisa estava muito nervosa e descontrolada, não parava de repetir ameaças já proferidas à Lula.
- Meus filhos não!...Meus filhos NÃO!


É sabido na família e entre amigos que Marisa não pouparia Lula. Ela sempre avisou. Se estourasse para os rebentos, não pouparia o marido, para protege-los. Em casos anteriores, a "Galega" era acalmada, com garantia de estar tudo sob controle. Mas depois de saber que Lulinha seria preso, a casa caiu. A calmaria aparente imperou, mas as mudanças de comportamento de Dona Marisa chamavam atenção. Introspectiva e pensativa, contrastava com bom humor habitual. Fazia muito tempo que havia sumido a Marisa tagarela e da gargalhada franca. Nada era com antes depois que o nome de Lula foi parar nas páginas policiais.


Lula destruiu o país, destruiu a sociedade brasileira e destruiu a própria família. Seu caráter vil não respeitou nem mesmo a morte de Marisa. Ao proferir um discurso político ao lado do caixão de Marisa, Lula foi extremamente criticado pela mídia. Até amigos mais íntimos de Lula não pouparam críticas ao seu destempero, uma atitude digna de um aproveitador covarde, sujo e vil. Lula matou Marisa e vai jogar os próprios filhos na cadeia, mas como todo mau comunista, já encontrou um culpado para responder pelos seus erros e golpes. Sérgio Moro....