Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Os desumanos 'Direitos Humanos'

 
 
Os direitos humanos no Brasil são garantidos na Constituição de 1988.
Nessa constituição, consagra no artigo primeiro o princípio da
cidadania, dignidade da pessoa humana
e os
valores sociais do trabalho.
 
 
SER CIDADÃO É : 
  • - Exercer seus direitos civis e cumprir seus deveres. É relação legal entre um individuo e o país da sua nacionalidade.
  • - Pessoas que definem direitos e deveres na sociedade. 
  • - Um trabalhador que cumpre seus deveres e que sabe seus direitos      
  • - Indivíduo que, por ser membro de um Estado, tem seus direitos civis e políticos garantidos, tendo que respeitar os deveres que lhe são conferidos.
 

TER DIGNIDADE  É:

Ter a qualidade de quem é digno, ou seja, de quem é honrado, exemplar, que procede com decência, com honestidade. É um substantivo feminino, que vem do latim dignitate, que significa honradez, virtude, consideração.




Ao procurar o significado da palavra CIDADÃO, podemos ver que todos têm direitos, mas também precisam respeitar os seus DEVERES.  Ou seja, não há apenas direitos, como faz parecer a Constituição de l988.  Também existem DEVERES COM A SOCIEDADE, COM O SEU PAÍS E COM AS LEIS . Vimos, também, que para ser considerado digno é necessário que a pessoa seja honesta e honrada, o que não existe no caráter de um criminoso.


Hoje houve uma total inversão de valores, onde a sociedade impõe que os bandidos sejam vistos e tratados dentro de seus direitos, mas não exigem deles o que deveriam, que é o cumprimento de seus deveres, exigindo que os políciais os tratem de maneira respeitosa como se fossem cidadãos dignos, cumpridores das regras e leis da sociedade.
 
 
Ou seja, um criminoso não tem compromisso com os DEVERES que deveriam cumprir,  com a sociedade  nem com seu país, mas sabem exigir seus direitos, de acordo com a Constituição vigente.
 

Favoráveis aos direitos humanos, relativos aos criminosos,

os brasileiros estão se tornando reféNS da sua própria hipocrisia.

 
 
QUEM TEM PENA DE BANDOS
DEVERIA PARAR COM ESSA HISTÓRIA
DE 'ACENAR COM O CHAPÉU DOS OUTROS'
E LEVAR UM CRIMINOSO PARA SUA CASA.